Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Professores e alunos de Engenharia de Computação se reúnem para discutir a EC-3 em workshop

Professores e alunos de Engenharia de Computação se reúnem para discutir a EC-3 em workshop

Professores e alunos do PCS se reuniram para discutir a nova estrutura curricular dos cursos do departamento no XIII Workshop de Graduação do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais (PCS) da Escola Politécnica da USP. Organizado pelo professor Paulo Cugnasca, o evento aconteceu no dia 11 de dezembro, na sede da Associação Paulista de Supermercados (APAS).

Já aprovada para 2014, a EC-3, como é conhecida a nova grade curricular, passa pelas últimas discussões de aperfeiçoamento para sua implantação nos anos de 2015 e 2016. Os cursos do PCS possuem o menor tempo médio de conclusão de todos da Escola Politécnica, com 11 semestres. A evasão, por sua vez, não passa de 2%, ao passo que a média da faculdade é de pouco menos de 10%.

Na abertura do evento, o diretor em exercício da Poli/USP, José Roberto Castilho Piqueira, enfatizou a importância desta preparação para os “grandes desafios” que o departamento passará durante o próximo ano, como a implantação do curso de Engenharia da Computação no campus da USP Leste. O organizador do workshop, Paulo Cugnasca, apontou para os principais temas que devem ser melhor estudados, como uma maior flexibilização das carreiras, a manutenção de pelo menos 10% das vagas de todas as disciplinas como optativas livres, e um grande aumento de atividades extracurriculares.

Logo após, todas as disciplinas do curso foram apresentadas pela professora Selma Shimizu, que demonstrou os resultados do trabalho dos professores iniciado em fevereiro de 2012. Ela também chamou atenção para o fato de que o curso que será oferecido na USP Leste ainda terá diferenças em seu currículo com relação a EC-3, pois foi a única forma de conseguir aprová-lo para começar já em 2014.

Cada grupo de professores de todas as áreas do departamento explicou então como a transição da EC-2, utilizada desde 1999, para a estrutura curricular atual vai ocorrer, assim como os pontos que ainda podem ser implantados para as versões de 2015 e 2016.

Representando a Linha de Hardwares, o professor Edson Midorikawa disse que pretendem tornar suas disciplinas mais dinâmicas e dar mais liberdade aos próprios alunos para buscarem a aprendizagem, assim como valorizar mais atividades não-presenciais. A Linha de Software, por sua vez, vai implantar matérias mais básicas no primeiro ano para o ensino da construção de algoritmos, segundo a professora Anarosa Brandão.

O professor Wilson Ruggiero, que apresentou a Linha de Redes, disse que a principal preocupação do docente tem que ser a de “formar o engenheiro atual, se colocar na cabeça do outro, saber que eles são mais objetivos e não têm o viés reflexivo que tinha um engenheiro de 30 anos atrás”. Ele inclusive levantou um ponto que ainda deveria ser aprimorado na EC-3, que é o fato de um curso de computação não prestigiar a tecnologia mobile, hoje em dia amplamente utilizada nos celulares.

A Linha de Fundamentos, apresentada pelo professor Ricardo Rocha, visa formas alternativas de apresentar a matéria, com profunda integração entre teoria e prática. Por último, o professor Edson Gomi demonstrou o que foi feito na parte de Introdução à Engenharia da Computação e como disputar a atenção do aluno com outras matérias que ele tende a priorizar. Na análise do docente, “temos a tradição de formar bons técnicos, mas num conteúdo mais amplo não estamos tão bem, é preciso pensar como aprender num contexto de sociedade”.

Em seguida foram formadas mesas de discussão sobre todas as áreas, com a participação dos professores e alunos presentes para a apresentação de resultados mais específicos e a discussão de pontos da EC-3 a serem melhorados nos próximos anos. Os resultados destes debates entre docentes e discentes foram expostos durante o período da tarde para encerrar o dia de trabalhos sobre a nova estrutura curricular.


Com informações da Jornalismo Júnior (ECA/USP), por Murilo Carnelosso

Outras informações:

Contato

Jornalismo - Escola Politécnica da USP

Amanda ou Bruna

11 3091-5295

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. "> Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.