Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Grupo de trabalho de mineração do governo se reúne na Poli-USP

Grupo de trabalho de mineração do governo se reúne na Poli-USP

Na segunda reunião do grupo foi feita a divisão de tarefas, revisão de conceitos e início do estudo da legislação e normas atuais.

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) sediou, na última sexta-feira (18/12), a segunda reunião do grupo de trabalho organizado pelo governo estadual paulista para diagnosticar a situação das barragens de mineração e da indústria de transformação mineral presentes no Estado de São Paulo.

Nesta reunião foi organizada a divisão de tarefas entre os integrantes. A relatoria dos trabalhos ficou sob responsabilidade de Giorgio de Tomi, professor e chefe do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo (PMI) da Poli e que representa a Escola no GT. Ele será assessorado nesta tarefa pelos técnicos da Secretaria Estadual de Energia e Mineração, Monica Makruz, e Antonio Camargo.

O grupo também fez uma revisão de conceitos e iniciou o estudo da legislação e normas atuais. Os representantes das Secretarias Estaduais de Energia e Mineração e de Saneamento e Recursos Hídricos relataram, ainda, visitas feitas por seus técnicos na semana passada.

Além de Tomi, Makruz e Camargo, participaram da reunião o subsecretário de Mineração da Secretaria Estadual de Energia e Mineração de São Paulo, engenheiro José Jaime Sznelwar, que também é Coordenador do GT; o coordenador Estadual da Defesa Civil e representante da Casa Militar do governador do Estado, major Marcos Barreto; o professor do Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental da Poli e superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), engenheiro Ricardo Daruiz Borsari; a professora e vice-chefe do Departamento de Engenharia de Estruturas e Geotécnica da Poli e pesquisadora do Centro de Estudos e Pesquisas sobre Desastres no Estado de São Paulo da USP (Ceped), Maria Eugênia Gimenez Boscov; e os representantes da Secretaria de Meio Ambiente, geólogo Ricardo Vedovello; do Departamento Nacional da Produção Mineral, engenheiro Ricardo Deguti; da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), engenheira Maria Heloisa Assumpção; do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), engenheiro Omar Yazbek Bitar; e do Instituto Geológico, Sonia Nogueira.

A primeira reunião, que serviu para a instalação do GT, ocorreu no dia 9 de dezembro, na sede da Secretaria Estadual de Energia e Mineração, na capital paulista. O grupo tem um prazo de 90 dias para apresentar o relatório final.