Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias RCGI promove workshop sobre modelagem e simulação de emissões do setor energético

RCGI promove workshop sobre modelagem e simulação de emissões do setor energético

Evento reunirá academia, governo, setor privado e ONGs para promover a troca de experiências entre grupos que estudam o tema; inscrições são gratuitas e estão abertas.

No próximo dia 30 de janeiro, o RCGI – Fapesp-SHELL Research Centre for Gas Innovation (Fapesp-SHELL Centro de Pesquisa em Inovação em Gás) realiza um workshop sobre modelagem e simulação de cenários de emissões de gases de efeito estufa no setor de energia brasileiro. O evento acontece em São Paulo, nas dependências da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), e tem a proposta de reunir representantes da academia, governo, setor privado e organizações não governamentais para otimizar a troca de conhecimento na área.

O RCGI é um centro de excelência em pesquisa sobre gás natural, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e pela Shell. Entre os 29 projetos desenvolvidos pelo Centro, um deles (Brazilian Greenhouse Gas Inventory and Scenarios for Emissions Reductions Related to Natural Gas, ou projeto 23) é focado na modelagem e simulação de emissões com diversas fontes de energia, em especial o gás natural. São simulações que possibilitam antever, por exemplo, o que ocorreria se todos os ônibus a diesel fossem trocados por uma frota movida por o gás natural.

“O Brasil assumiu, na última Conferência do Clima, em Paris, compromissos de redução de emissões de gases de efeito estufa em 37% até 2025, e em 43% até 2030. Diante desse desafio, é fundamental traçar cenários confiáveis que possam ser usados como parâmetros na formulação de políticas públicas”, destaca Ricardo Esparta, um dos coordenadores do projeto 23 no RCGI. “O workshop será uma grande oportunidade de melhorar o intercâmbio entre as instituições que têm interesse no tema”, acrescenta.

Para isso, Esparta convidou representantes do governo, da academia, do setor privado e também do terceiro setor. “Chamamos a University College Cork, uma instituição irlandesa, a COPPE/UFRJ, a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), a Secretaria de Minas e Energia de SP, a Shell, a Comgás e ongs como o Observatório do Clima e o World Resources Institute – WRI”, contabiliza. O professor deve sugerir aos participantes a assinatura de um protocolo de troca de experiências entre os diversos grupos presentes.

O evento contará com palestras de sete especialistas do Brasil e exterior. Uma delas será com o professor Brian Ó Gallachóir, da University College Cork, que é presidente da Energy Technology Systems Analysis, da International Energy Agency (ETSAP/IEA). A metodologia da ETSAP/IEA lidera o rol de soluções mundiais com fonte aberta para modelagem de cenários. Seu programa de colaboração conta com 18 países membros, a Comissão Europeia e mais duas empresas patrocinadoras.

“O projeto 23 passará a usar uma das ferramentas dessa agência, a plataforma VEDA-TIMES, que tem a vantagem de ser um software utilizado em diversos projetos que trabalham com modelagem no mundo todo e de possibilitar a resolução de dúvidas em rede pela comunidade usuária, o que é muito dinâmico”, conta Esparta. “Entre 31 de janeiro e 2 de fevereiro, será realizado um treinamento fechado, com 25 participantes, sobre o uso dessa plataforma”, acrescenta.

Serviço: O workshop será realizado no dia 30/1, das 9h às 17h, no anfiteatro da Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Escola Politécnica. Inscrições e programação completa no site do RCGI