Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Poli-USP disponibiliza vagas de seus cursos para a Terceira Idade

Poli-USP disponibiliza vagas de seus cursos para a Terceira Idade

Aproximadamente 4.691vagas estão sendo oferecidas por várias unidades da USP. A Poli oferece inscrição para 39 disciplinas e para a atividade Encontros Culturais.

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) disponibilizou 90 vagas de 39 disciplinas de seus cursos regulares para pessoas com 60 anos ou mais. A iniciativa é parte do programa Universidade Aberta à Terceira Idade (UnATI), projeto da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) que envolve unidades da USP de oito cidades diferentes. As inscrições vão até o dia 24 de fevereiro e estão sendo feitas nos Departamentos da Escola, de acordo com os cursos oferecidos. O site do programa indica em qual unidade de ensino o interessado deve comparecer para se candidatar.

Para participar, basta ficar de olho no regulamento geral e nas especificidades de cada disciplina, uma vez que algumas exigem pré-requisitos como já ter cursado outra matéria, ter experiência na área ou formação mínima. Em alguns casos, há a necessidade do envio do currículo do candidato para análise prévia do professor que ministrará o curso. Os inscritos não receberão serviços como o Número USP – código de identificação do aluno na Universidade –, mas garantirão um atestado de participação emitido pela PRCEU caso sejam aprovados ao final do semestre.  

A Poli, neste início de 2017, está oferecendo vagas em 39 disciplinas diferentes. As aulas se iniciam em março e terminam em julho deste ano. Os temas variam desde assuntos bem específicos e vinculados à Engenharia a questões que abrangem conteúdos multidisciplinares. “Termodinâmica I” e “Mecânica dos Fluidos II”, por exemplo, são matérias do Departamento de Engenharia Mecânica, obrigatórias e necessárias para os alunos da graduação. Já no caso de “Princípios da Administração de Empresas”, “Introdução à Economia” e “Transporte e Meio Ambiente”, cálculos e noções complexas em Exatas não serão tão necessários, e não há pré-requisitos.

Os alunos que participarem das aulas sobre “Princípios de Administração de Empresas”, por exemplo, terão acesso aos conceitos básicos das Ciências da Administração e de Contabilidade, e também fundamentos de Engenharia Econômica. Outro curso de interesse geral que tem vagas disponíveis para pessoas da terceira idade é o de “Introdução à Economia”, que aborda a história do pensamento econômico, micro e macroeconomia, políticas econômicas e a economia brasileira.

Quem se interessar por “Técnicas de Análise não Destrutivas para Avaliação de Joias e Pedras Preciosas” irá entender um pouco sobre os processos de análise e qualificação de gemas, metais nobres e joias. Já quem optar por “Planejamento Urbano e Regional” saberá identificar os processos de gestão e planejamento urbano e regionais aplicados no Brasil e em outros países ao longo do tempo.

Além dos cálculos - Além das matérias convencionais, a Escola oferece a atividade didático-cultural “Encontros Culturais: Recordar é Viver Dez Anos de Curso”. Ela é organizada pelo professor da Poli, músico e psicanalista Luiz Roberto Terron, e utiliza o embasamento cultural adquirido ao longo do semestre com filmes, livros e apreciação musical e gastronômica para propor ao grupo da terceira idade reflexões e debates acerca da própria vida. Não são exigidos pré-requisitos, e os encontros acontecerão às quartas-feiras, das 14h às 17h.

“O objetivo dos nossos encontros não é estudar a literatura ou a gastronomia em si, mas saber aplicar esses conhecimentos na vida cotidiana”, conta o professor. Ele é docente aposentado do Departamento de Engenharia Química (PQI), mas ainda leciona na Escola. As aulas, conta ele, começaram em 2006 com música como tema principal, e, a partir de 2008, os filmes foram entrando nas discussões em sala. Atualmente a programação do semestre é dividida em diversas áreas culturais, e os encontros são feitos em uma sala do PQI.

A prática de esportes também será possível para a terceira idade. A disciplina “Dança Espontânea” acontecerá no Departamento de Minas e Petróleo e trabalhará com a movimentação corporal por meio de ritmos como o samba, salsa, lambada, forró e valsa. As aulas ocorrerão às segundas-feiras, das 15h30 às 16h45. São 40 vagas disponíveis para a atividade.

O Programa Universidade Aberta à Terceira Idade (UnATI) tem como objetivo proporcionar uma formação e aprimoramento constante para a terceira idade, por meio da aquisição de novos conhecimentos, promoção da saúde, o bem-estar psicológico, social e da cidadania e estímulo à troca de saberes entre as gerações.

Para mais informações acesse o site do programa ou entre em contato pelo telefone (11) 3091-9183 ou pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. "> Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

(Amanda Panteri)