Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Poli/USP é destaque na Casa Brasil, durante os Jogos Olímpicos

Poli/USP é destaque na Casa Brasil, durante os Jogos Olímpicos

Com um sistema criado pelo Laboratório de Sistemas Integráveis,
visitantes poderão fazer um passeio virtual de paraglider.

A Casa Brasil, montada em Londres para promover a cultura, o esporte brasileiro e as oportunidades de negócio do País, abrigará um estande do Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI) da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP). Lá haverá uma exposição do Virtual Paraglider 3D, programa que reproduz um voo virtual imersivo sobre a cidade do Rio de Janeiro. A Casa Brasil ficará aberta de 27 de julho a 9 de setembro, das 11h às 19h (às quintas, das 11h às 21h), durante a realização dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, no Summerset House (The Strand, Wc2R, 1LA), próximo à Ponte Waterloo, em Londres. A entrada é gratuita.

O sistema todo ocupará um estande de 25 m², dentro do qual estarão instalados um selete real (local onde o piloto se acomoda no paraglider) e telas que formam uma imagem panorâmica de 160 graus.  Os óculos anaglifos (para imagens em 3D) completam o sistema. Para fazer o vôo virtual, o sistema captura a força exercida nas cordas, possibilitando que o ‘piloto’ sobrevoe livremente o Rio de Janeiro. “A cidade virtual é gerada por um software desenvolvido pelo LSI e mostrado em três televisores com a tecnologia 3D”, explica um dos responsáveis pelo projeto, o engenheiro Marcelo Knörich Zuffo, docente do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos, do qual pertence o LSI.

“É uma tecnologia que pode ser aplicada em diversas áreas, principalmente para promover o turismo”, acrescenta. Esta não é a primeira vez que o LSI participa de um evento em parceria com a Casa Brasil. Em 2010, durante a Copa da África do Sul, outro programa, que simulava um dirigível, também foi uma das estrelas da exposição.

O desenvolvimento desta simulação contou como apoio da Associação do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC), organização criada por professores e pesquisadores do LSI voltado à inovação tecnológica. Para este projeto, além do apoio da Escola Politécnica, o projeto contou com financiamento do Ministério dos Esportes.