Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Escola de Engenharia de São Carlos completa 60 anos de contribuições à Engenharia

Escola de Engenharia de São Carlos completa 60 anos de contribuições à Engenharia

Com informações do Jornal da USP (http://espaber.uspnet.usp.br/jorusp/?p=29247) e da assessoria de comunicação da EESC/USP.

A Escola de Engenharia de São Carlos comemora 60 anos de sua fundação em 2013. A unidade da USP fundada na cidade de São Carlos, localizada a 230Km da capital paulista, já formou 8682 engenheiros, e concedeu 5788 títulos de mestrado e doutorado até 2012.

Para o diretor da Escola Politécnica da USP, José Roberto Cardoso, a Escola de Engenharia de São Carlos da USP tornou-se, nos 60 anos de existência, um marco de referência por sua relevância, fazendo parte do DNA de desenvolvimento tecnológico do Estado de São Paulo. Não só pela qualidade de seus cursos, mas também pela sua importância regional, a cidade de São Carlos, devido à EESC, tornou-se um polo estudantil e tecnológico, e atraiu um grande desenvolvimento para a região.

As atividades da Escola de Engenharia de São Carlos tiveram início oficialmente no dia 18 de abril de 1953, no prédio que hoje abriga o Centro de Divulgação Científica e Cultural (CDCC), no centro da cidade de São Carlos. Em 1956, a unidade foi transferida para uma área maior onde se constituiu o campus universitário.

Devido ao grande número de atividades da Escola de Engenharia, a partir dela foram criadas outras unidades de ensino, como o Instituto de Ciências Matemáticas de São Carlos (ICMSC), o Instituto de Física e Química de São Carlos (IFQSC), que posteriormente se dividiu, resultando na criação do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) e do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), e por fim na mais recente unidade criada, o Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU), aprovado em dezembro de 2010.

No início, a EESC oferecia apenas os cursos de Engenharia Civil e Engenharia Mecânica, mas hoje possui hoje 10 cursos de graduação, oferecendo anualmente 490 vagas por vestibular. Os cursos de graduação são na área de Engenharia Aeronáutica, Ambiental, Civil, de Computação, Elétrica/Eletrônica, Elétrica/Sistemas de Energia e Automação, Materiais e Manufatura, Mecânica, Mecatrônica e Produção.  Durante a graduação, o aluno da EESC tem a possibilidade de se envolver com o mundo da pesquisa através de projetos integrados, atividades extracurriculares ou do contato com os programas de pós-graduação.

Na pós-graduação possui 10 programas strictu sensu (mestrado e doutorado), nas áreas de Hidráulica e Saneamento, Elétrica, Mecânica, Transportes, Geotecnia, Estruturas, Produção, Ciências da Engenharia Ambiental, Ciência e Engenharia de Materiais e Bioengenharia, sendo estes avaliados pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) com notas máximas entre 6 e 7. Segundo o presidente da Comissão de Pós-Graduação, Denis Vinicius Coury, a maioria dos programas da escola foi criada na década de 70 e, até hoje, vem se firmando e buscando uma maior excelência. “A realidade das décadas de 60 e 70 em relação à criação do programa de pós-graduação do Brasil era muito diferente da de hoje. Antigamente precisávamos sair do Brasil para fazer uma pós, pois aqui ainda não tínhamos programas estabelecidos. Hoje esse quadro é diferente. Recebemos alunos de vários lugares do mundo”, lembra Coury.

Outras informações a respeito dos 60 anos da instituição estão disponíveis no hotsite http://www.eesc.usp.br/60anos/.

 

Homenagens, lançamentos e inaugurações nos 60 anos da EESC

No dia em que a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP celebrou 60 anos de atividade, dia 18 de abril, foram realizados três eventos comemorativos: a mesa-redonda “Unidades que nasceram da EESC”, o lançamento do Repositório Digital e a inauguração do 6º Pórtico das Décadas.

O primeiro deles contou com a participação do vice-reitor da USP, Hélio Nogueira da Cruz, do diretor da EESC, Geraldo Roberto Martins da Costa, do pró-reitor de pesquisa, Marco Antonio Zago e do pró-reitor de pós-graduação, Vahan Agopyan.

Os diretores das unidades do campus da USP de São Carlos também prestigiaram a mesa-redonda e deram depoimentos sobre a formação dos institutos originados da Escola de Engenharia. Estiveram presentes o diretor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC), Antonio Carlos Hernandes, o diretor do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC), José Carlos Maldonado, o vice-diretor do Instituto de Química de São Carlos (IQSC), Germano Tremiliosi Filho e o vice-diretor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo (IAU), Eduvaldo Paulo Sichieri. Também participou do evento o diretor da Escola Politécnica da USP (Poli/USP), José Roberto Cardoso.

Após os discursos, foi lançado o Repositório Digital da EESC, que reúne textos, fotos, vídeos e documentos da história da Escola, além de sua produção intelectual. A ferramenta foi desenvolvida em parceria com o Centro de Informática de São Carlos (CISC) e pode ser acessado através do link www.repositoriodigital.eesc.usp.br.

A data também contou com a inauguração do 6º Pórtico das Décadas. O Portal das Décadas é formado por uma escultura interativa de pórticos metálicos, na qual cada peça representa uma década de fundação da EESC, formando uma passagem para os pedestres que cruzam diagonalmente a praça.

Ao final do dia, a Câmara Municipal de São Carlos também realizou uma sessão solene em homenagem aos 60 anos da EESC.