Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Aluna da Poli/USP discursará em cerimônia do Ciência Sem Fronteiras em Brasília

Aluna da Poli/USP discursará em cerimônia do Ciência Sem Fronteiras em Brasília

Evento apresentará os resultados do programa do Ministério da Educação lançado em 2012

Débora dos Santos Carvalho, que cursa o quinto ano de engenharia ambiental na Escola Politécnica da USP, ficou entre os 40 estudantes selecionados para participar da cerimônia de apresentação dos resultados do Programa Ciência sem Fronteiras, do Governo Federal, que será realizado em 26 de junho, em Brasília, às 17h. Com a presença da presidenta Dilma Rousseff, Débora fará uma apresentação sobre a sua carreira acadêmica, e sobre sua experiência no Ciência Sem Fronteiras. Ao todo o programa já beneficiou mais de 50 mil estudantes de graduação e pós-graduação com bolsas para intercâmbio para diversos países, com o objetivo de promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio da mobilidade internacional.

Gaúcha de Porto Alegre, Débora dos Santos Carvalho sempre estudou em escola pública, e ingressou na Poli/USP em 2009, por meio de concurso para portador de diploma, forma alternativa de ingresso nos cursos de graduação na qual o candidato já tem diploma de ensino superior, e passa por uma prova dissertativa. A estudante ficou em primeiro lugar no concurso, e pôde prestá-lo por ter concluído um curso graduação em Tecnologia em Automação Industrial pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, em 2006. Durante sua graduação na Poli/USP realizou iniciação científica orientada pelo professor Mario Thadeu Lemes de Barros, do departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental, financiada pela Associação dos Engenheiros Politécnicos. A aluna recebe também uma bolsa-auxílio da Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia (FDTE).

Débora, que fala fluentemente alemão, francês, italiano e inglês, fez parte da primeira turma do programa Ciência Sem Fronteiras, e realizou seu intercâmbio de junho de 2012 a janeiro de 2014, na Alemanha, no curso de Engenharia Geológica e Hidrogeologia  na Universidade Técnica Academia de Montanha Freiberg. Durante o intercâmbio, se interessou pelas disciplinas do curso de mestrado, que tem duração de dois anos, e o concluiu em um ano e meio, já tendo sido aprovada pela banca.

Em sua dissertação de mestrado, que terá os resultados publicados em breve, Débora realizou uma pesquisa sobre química dos solos, na qual analisou mais de 800 amostras do solo europeu e brasileiro, e os locais mais adequados para agricultura. A pesquisa demonstrou que a relação entre carbono e nitrogênio presentes no solo – a razão entre os elementos – é o melhor indicador da eficiência da produção agrícola, podendo ser utilizado como referência para análise dos solos destinados à agricultura. Segundo a pesquisadora, a análise de solos é hoje um dos desafios a serem enfrentados pelos engenheiros ambientais, devido a busca pela eficiência e garantia da produção de alimentos. A faixa de melhor eficiência para produção agrícola obtida com os indicadores analisados é uma inovação na área, segundo a pesquisadora.

O desempenho acadêmico da estudante, tanto por suas boas notas, quanto por sua pesquisa, foram reconhecidos ainda mesmo durante o intercâmbio, e Débora foi convidada para diversas palestras para apresentar suas experiências. Entre essas apresentações, destaca-se o convite pelo Ministério das Relações Exteriores da Alemanha para uma palestra sobre o programa Ciência Sem Fronteiras, e a palestra na recepção de brasileiros do programa na Embaixada Brasileira em Berlim.