Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Professor da Poli/USP recebe prêmio da SBMicro

Professor da Poli/USP recebe prêmio da SBMicro

Prêmio é concedido a personalidades que tenham contribuído para o desenvolvimento da microeletrônica no Brasil.

O professor Wilhelmus Adrianus Maria Van Noije, do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos (PSI) da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), foi agraciado com o Prêmio Padre Roberto Landell de Moura, da Sociedade Brasileira de Microeletrônica (SBMicro). A premiação é concedida a personalidades do meio acadêmico ou empresarial que tenham contribuído para o desenvolvimento da área de microeletrônica no Brasil.

Durante toda sua vida acadêmica, Noije se dedicou à área de microeletrônica. Graduado e com mestrado em Engenharia Elétrica pela Poli (1975 e 1978, respectivamente), ele foi o primeiro pesquisador a produzir uma memória semicondutora no Brasil. “Foi meu projeto de mestrado. A memória tinha 1 KB. Hoje elas têm capacidade 60 milhões de vezes maior do que a que eu desenvolvi naquela época”, lembra. Essa memória foi desenhada e produzida no Laboratório de Microeletrônica da Poli, a mais avançada estrutura em microeletrônica existente no Brasil naquele período.

Após o mestrado, Noije partiu para o doutorado em Ciências Exatas no Departamento de Eletrotécnica da Universidade Católica de Leuven (1985), Bélgica. Em 1987, de volta ao Brasil, foi contratado como docente pela Poli onde passou a realizar pesquisas na área de circuitos integrados. Atualmente, seu foco de pesquisa são os circuitos digitais de alta frequência e os circuitos analógicos e radiofrequência para comunicação sem fio (RF).

Uma das linhas de pesquisa sob sua orientação é na área de bioengenharia, com foco na detecção de câncer de mama e de colo uterino. O trabalho envolve alunos de graduação e pós-graduação. No ano passado, alunos da graduação desenvolveram um sistema RF para detecção do câncer de mama. Outro doutorando acaba de concluir o design de um chip que será empregado em um sistema para detecção do câncer de colo uterino. O circuito integrado foi fabricado em Taiwan pela empresa TSMC. Os protótipos serão liberados pela alfândega brasileira nos próximos dias para possam ser testados.

Currículo extenso – Noije já orientou mais de 20 trabalhos de mestrado e de doutorado, e possui mais de uma centena de publicações em congressos e em revistas nacionais e internacionais. Tem ainda uma participação ativa no Programa Especial CI-Brasil do Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI), criado para estimular a implementação de Design-Houses no Brasil.

Além das atividades de docência e de pesquisa, Noije ocupou os cargos de vice-presidente (setembro/2002 a agosto/2004) e de presidente da SBMicro (setembro/2004 a agosto/2006). Atualmente, é vice-coordenador geral do Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI) da Poli e vice-presidente da Associação do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) – órgão que dá suporte ao laboratório na transferência de tecnologia para o mercado. “Temos feitos várias parcerias com empresas nacionais e internacionais, globalizando nossos serviços e mostrando ao mundo a qualidade dos nossos recursos humanos na área.”