Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Docente da Poli conquista prêmio internacional em Engenharia Química

Docente da Poli conquista prêmio internacional em Engenharia Química

O professor Pedro de Alcântara Pessôa Filho, do Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica da USP (Poli-USP), acaba de conquistar o "Esteban A. Brignole Award". Trata-se da primeira edição da premiação, que reconhece o trabalho de pesquisa na área de Termodinâmica Aplicada. Ele será entregue durante a 10ª edição do Congresso EQUIFASE - Iberoamerican Conference on Phase Equilibria and Fluid Properties for Process Design, um dos tradicionais eventos acadêmicos da área, a ser realizado entre os dias 28 de junho e 1º de julho, na Espanha. 

O prêmio Esteban A. Brignole reconhece profissionais com atuação acadêmica ou industrial, com idade até 45 anos, que atuam na América Central, América do Sul, Espanha ou Portugal, e que combinam excelência técnica e dedicação na promoção de progresso, inovação e colaborações.
O nome de Pedro Pessôa foi indicado pela comunidade acadêmica para o Comitê Científico do EQUIFASE para concorrer ao prêmio. “Eu soube da minha indicação, mas não imaginava que iria conquistá-lo e, obviamente, estou muito feliz com o resultado. Nunca recebi um prêmio desse porte”, comenta. Por ter ganhado o prêmio, ele será responsável pela "Esteban A. Brignole Lecture", uma das palestras plenárias do Congresso EQUIFASE.
O prêmio se chama Esteban A. Brignole em homenagem a um proeminente professor e pesquisador argentino da área de equilíbrio de fases. Esteban Brignole foi um dos idealizadores do Congresso EQUIFASE, e ainda é um pesquisador ativo na área. “Ele tem uma trajetória importantíssima, e já tive a oportunidade de encontrá-lo em alguns congressos”, conta Pedro.
A Termodinâmica do equilíbrio de fases é um campo do conhecimento fundamental para a Engenharia Química. Ela se dedica ao estudo das condições em que uma mistura se separa em mais de uma fase – como, por exemplo, na formação de uma fase sólida a partir de uma mistura líquida, ou mesmo na separação de uma única fase líquida em duas fases líquidas distintas. “São conhecimentos básicos e essenciais para a indústria química. Operações de separação de misturas, que são necessárias para obter um produto final com grau adequado de pureza, são baseadas no conhecimento do equilíbrio de fases, entre outros”, explica o docente.
Pedro Pessôa graduou-se em Engenharia Química pela Universidade Estadual de Campinas (1995), onde também realizou seu mestrado (1998) e doutorado (2002). Em 2011, obteve o título de Livre Docente na especialidade Termodinâmica Química pelo Departamento de Engenharia Química da Escola Politécnica da USP. Em 2007-2008 realizou estágio de pós-doutorado na Technische Universität Kaiserslautern, Alemanha, e em 2013-2014 foi pesquisador visitante na Universidade da Califórnia, Berkeley. Tornou-se professor titular da EPUSP em 2014.
Sua principal área de pesquisa é a Termodinâmica do Equilíbrio de Fases, com ênfase principalmente no estudo de processos de purificação de biomoléculas, mas com aplicações também em outros ramos do conhecimento, como Engenharia de Petróleo e de Alimentos. Na área de Engenharia de Alimentos, participa do Núcleo de Apoio à Pesquisa em Alimentos e Nutrição da USP (NAPAN) e do Centro de Pesquisa em Alimentos (CEPID/FoRC). Atualmente, é coordenador do curso de graduação em Engenharia Química da Poli.

*****************************

Atendimento à imprensa:
Acadêmica Agência de Comunicação – www.academica.jor.br
Erika Coradin – Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Tels. (11) 5081-5237 / 5549-1863