Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Delegação canadense visita campus de Santos da Poli-USP

Delegação canadense visita campus de Santos da Poli-USP

Encontro de representantes da comunidade científica canadense com professores e alunos de engenharia de petróleo da USP pretende aproximar indústria de óleo e gás

O campus de Santos da USP, que desde 2012 abriga o curso de engenharia de petróleo da Escola Politécnica, recebeu, no dia 28 de agosto, uma visita de uma delegação canadense, com o objetivo de aproximar a Poli-Santos da comunidade científica do país norte-americano e de sua indústria de óleo e gás. Participaram da visita do chefe da escola de tecnologia oceânica do Marine Institute da Memorial University, Dwight Howse, e de representantes da empresa de consultoria Sea Shore, da empresa de software GRI, do Grupo Mandala e do Consulado Canadense.

Promovido pelo Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP) Mineração da USP, alunos e professores que se interessaram por operações de ROV (Remotely Operated Vehicle), os organizadores informaram que o contato possibilitará maiores investimentos e pesquisas nessa importante para a engenharia de petróleo.  O estudante da Poli-USP, Fernando Rocha, que realiza iniciação científica na área de engenharia de petróleo, conta que a equipe conheceu o software da empresa GRI, software simulador de operações de ROV e de campo que pode ser usado para pesquisa tanto na área do petróleo, como na mineração. O professor Ricardo Cabral de Azevedo, do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo da Poli-USP, junto aos estudantes Fernando Rocha e Felippe Gonzaga Miorim, fizeram uma apresentação sobre a USP, o departamento e a unidade de Santos.

No período da tarde, o professor acompanhou a delegação à sede da Petrobrás em Santos, a primeira de três prédios que serão construídos, perto do porto. Os visitantes foram recepcionados pelo gerente geral Osvaldo Kawakami, e o gerente de produção, Humberto Romanus.