Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Poli-USP vai além do debate sobre direitos de LGBT

Poli-USP vai além do debate sobre direitos de LGBT

Começou ontem (5/10) a 1ª Semana da Diversidade da Escola Politécnica (SEDEP) para colocar em debate, dentro da instituição, temas como diversidade sexual e de gênero, estereótipos, direitos e mercado de trabalho para LGBT. Na abertura, o diretor da Poli, professor José Roberto Castilho Piqueira, e a responsável pela Assistência Técnica Acadêmica, Ângela Buscema, deixaram claro que a Escola trabalha para garantir os direitos dos alunos, independentemente de gênero e opção sexual.

“A Poli foi fundada por republicanos abolicionistas, com ideais de inclusão, que acreditavam no avanço tecnológico para a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Continuamos a seguir esses ideais, quereremos formar engenheiros que lutam para diminuir a pobreza por meio da inovação, do empreendedorismo e de novas oportunidades”, ressaltou Piqueira. “Melhorar a qualidade da Escola significa também defender a igualdade e a equidade.”

Ângela Buscema lembrou que a Poli vem trilhando esse caminho já há algum tempo. “Foi na Poli que um transexual, pela primeira vez na história da USP, conseguiu que no diploma figurasse o nome adotado por ele após a mudança de sexo”, contou. “E foi aqui também que surgiu a iniciativa de buscar, por meio legal, o direito das pessoas trans de usar o novo nome nos registros formais da Universidade – algo que já está em tramitação.”

O evento, que é organizado pelo grupo PoliPride, terá ao longo da semana palestras, debates, exibição de filmes e workshops. Empresas como Google, Dow, Basf e Goldman Sachs contarão como foi a experiência de tornar o ambiente de trabalho mais aberto aos indivíduos LGBT. Também estão previstas as presenças da cartunista e chargista Laerte Coutinho; dos criadores da página do facebook “Moça, você é machista”, Erik Vasconcellos e Victor Augusto; dos youtubers Nando Araújo e Débora Baldin, do Canal das Bee, entre outros.