Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Público de todas as idades conhecem laboratórios e projetos da Poli-USP na Virada Científica

Público de todas as idades conhecem laboratórios e projetos da Poli-USP na Virada Científica

Evento da universidade pretende aproximar o universo da ciência e da tecnologia da sociedade paulista

[Fotos do evento]

O último sábado foi dia entra em contato com o mundo da ciência e tecnologia para muitas famílias que visitaram a USP na Virada Científica. A universidade abriu suas portas ao público para apresentar suas atividades de ensino, pesquisa e extensão. A Escola Politécnica da USP, que tem 122 anos de tradição no ensino de engenharia e no desenvolvimento tecnológico, recebeu os visitantes em uma feira de projetos e visitas a alguns laboratórios no sábado, dia 17 de outubro.

Ao longo do dia os visitantes puderam visitar laboratórios como a Caverna Digital, do Laboratório de Sistemas Integrados da Poli, um complexo sistema de Realidade Virtual que permite ao usuário "mergulhar" num mundo sintético 3D totalmente simulado por computadores. O professor Marcelo Zuffo, quem em 2001 desenvolveu a Caverna, o primeiro sistema de realidade virtual totalmente imersivo no Brasil, apresentou o laboratório para mais de 80 visitantes, um público que englobou de crianças até adultos, de diversas formações. “Foi muito legal explicar para um público tão diverso o que é a realidade virtual, o que fazemos e quais são as perspectivas científicas e de engenharia nesta área do conhecimento”, conta.

A professora Roseli de Deus Lopes, coordenadora da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), considera este tipo de atividade, em que a universidade fica de "portas abertas" para todos os públicos, muito importante. “É uma oportunidade de mostrarmos a um amplo público o que a USP faz em todas as suas dimensões (ensino, pesquisa, cultura e extensão)”. A professora conta que ficou ao longo do dia na área de exposições que foi montada no Prédio da Eng. Mecânica, apresentando o InovaLab@POLI e a FEBRACE. “Os visitantes que atendi eram de faixas etárias variadas - famílias com crianças, jovens, adultos - e estavam muitíssimo interessados em tudo. Tivemos a visita de famílias e de jovens interessados em Engenharia. Fizemos também alguns contatos interessantes com pesquisadores da própria Poli e empresários formados na Escola, que vieram com suas famílias, que na interação conosco descobriram pontos de interesse em comum”.

Os laboratórios que abriram suas portas, além da Caverna Digital, foram os Laboratórios da Engenharia de Computação, com demonstrações variadas de projetos de engenharia de computação, o Laboratório de robótica, no qual alunos desenvolvem atividades relacionadas à programação de um robô industrial em operação, o Laboratório Tanque de provas numérico, com seu simulador de manobras, tanque de provas e a sala de projeção.

Os projetos apresentados na feira foram o programa de pré-iniciação científica e a utilização do programa de robótica Lego, o projeto de aerodesign Keep Flying, o projeto Poli Milhagem, a equipe de robótica da Poli-USP, Thunderatz, além do InovaLab@POLI e a FEBRACE. Os alunos apresentaram também o equipamento estação total, um instrumento eletrônico muito utilizado pelos engenheiros na medida de ângulos e distâncias.

O evento recebeu, na Poli, mais de 300 visitantes, o dobro em relação à primeira edição. O coordenador do evento na Poli-USP, professor Gilberto Francisco Martha de Souza, acredita que o aumento do número de participantes nas atividades oferecidas indica que o evento irá se consolidar como um momento importante de relação entre a universidade e a sociedade.

Conhecer a Poli e tirar dúvida sobre o vestibular e seus cursos também foram motivos que levaram algumas famílias ao evento. Para recebê-los, o Escritório de Relacionamento da Poli, setor responsável pela divulgação e contato com estudantes de ensino médio e vestibulandos, levou seus monitores para explicar como é realizado o ingresso pela Fuvest e como é a grade curricular. O Escritório leva alunos monitores para diversas feiras e eventos ao longo do ano, além de realizar palestras em escolas. Para entrar em contato com o responsável, envie e-mail para Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Sobre a Virada Científica

Promovida pela Universidade de São Paulo (USP), em parceria com o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, a segunda edição da Virada Científica da USP foi realizada nos dias 17 e 18 de outubro de 2015. Organizada pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU), a Virada conta com a participação de diversas unidades da USP que promovem atividades relacionadas à sua especialidade, dentro dos campi da USP. O evento tem 24 horas de duração, e tem centenas de atividades, entre oficinas, experimentos, shows, jogos, palestras, sessões de cinema e de planetário. Há atividades para todas as idades, e a entrada é franca.