Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Poli-USP reinaugura Laboratório de Caracterização Tecnológica

Poli-USP reinaugura Laboratório de Caracterização Tecnológica

[FOTOS do evento]

No dia 4 de novembro, foi realizada a solenidade de reinauguração do Laboratório de Caracterização Tecnológica da Escola Politécnica da USP. Estiveram presentes autoridades da USP e professores, alunos e funcionários da Escola Politécnica. As novas instalações foram apresentadas ao reitor da USP, Marco Antônio Zago, ao vice-reitor, Vahan Agopyan, ao pró-reitor de Pesquisa da USP, José Eduardo Krieger, ao diretor da Escola Politécnica, José Roberto Castilho Piqueira, e ao chefe do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo da Poli, Luís Enrique Sanchez, pelo coordenador do Laboratório, Prof. Henrique Kahn.

O Laboratório de Caracterização Tecnológica (LCT) é uma facilidade multiusuário que pode ser usada tanto por pesquisadores, como de centros de pesquisa e desenvolvimento privados, pois conta com equipamentos de última geração, essenciais na pesquisa e no controle de processos da indústria da mineração, além da caracterização de materiais. Durante a solenidade, o professor Vahan Agopyan, que foi diretor da Poli-USP de 2002 a 2006, parabenizou a renovação feita nos equipamentos do laboratório, e ressaltou sua primazia em facilitar o uso dos recursos entre os pesquisadores da Escola, já que este foi o primeiro laboratório multiusuário da Escola.

O professor Henrique Kahn agradeceu a todo o apoio da reitoria da Universidade pelo apoio ao projeto, em especial à Pró-Reitoria de Pesquisa da USP, que contemplou o laboratório com novos equipamentos, aos patrocinadores, a Bruker e a Oregon e a Altmann, e a e a todos os profissionais que trabalham no laboratório em seus mais de 20 anos de existência.

O Pró-reitor de Pesquisa da USP, José Eduardo Krieger, destacou a importância de uma estrutura como a do laboratório para que os jovens professores tenham as melhores condições possíveis para pesquisa. “Um dos grandes desafios da universidade é prover infraestrutura de pesquisa. Nós já temos os melhores pesquisadores, os indicadores da USP mostram isso, e um grande desafio então é como oferecer melhores condições para eles. Especialmente os jovens, que poderão se beneficiar imensamente deste tipo de iniciativa”. O Pró-reitor destacou que a universidade tem catalogadas, hoje, mais de 200 facilidades multiusuários em suas diferentes unidades, e a administração está procurando provê-las de formatações mínimas de autossustentabilidade.

O diretor da Escola Politécnica ressaltou, em sua fala, a importância do trabalho dos departamentos de Engenharia de Minas e de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, que por muitos anos atuaram juntos na formação de engenheiros de qualidade para que a matéria prima na qual o Brasil é muito rico pudesse ser trabalhada. “Não existe engenharia sem materiais. Não existe engenharia sem mineração. Neste sentido esses departamentos trabalharam para formar as grandes autoridades do país nesses assuntos”. O professor lembrou que os integrantes do departamento aceitaram o desafio da implementação do curso de petróleo em Santos. “Quem for ao Colégio Cesário Bastos em Santos, hoje, se orgulhará da Escola Politécnica, e se orgulhará do trabalho que está sendo feito por esses professores”.

Por fim, o reitor da USP, Marco Antônio Zago, marcou a importância do evento como um exemplo de um laboratório que persiste e se renova ao longo dos anos, e que continua oferecendo oportunidades para que todos trabalhem. O professor Zago ainda destacou o excelente trabalho da Escola no campus de Santos, apesar das restrições orçamentárias. “Estes são os momentos para nós nos reorganizarmos e nos prepararmos para o próximo período de desenvolvimento que virá”.

Leia matéria completa sobre a infraestrutura do laboratório no link. http://www.poli.usp.br/pt/comunicacao/noticias/1747-poli-usp-amplia-laboratorio-de-caracterizacao-tecnologica.html