Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Escola Politécnica lança portal Memória

Escola Politécnica lança portal Memória

Site abriga documentos valiosos da época da fundação da instituição de ensino de Engenharia, como atas, revistas e anuários.

A Escola Politécnica da USP lançou nesta quinta-feira (17/12) o portal “Memória da Escola Politécnica da USP”, que disponibiliza 2.000 arquivos, a maioria documentos institucionais, relacionados à instituição. O trabalho de digitalização resultou em cerca de 15 mil páginas na web. O acervo histórico traz informações valiosas sobre a própria Poli, o ensino, a cidade e o desenvolvimento da Engenharia.

O projeto foi coordenado pelo professor Jorge Pimentel Cintra, do Departamento de Engenharia de Transportes da Poli (PTR). O site http://memoria.poli.usp.br/ foi apresentado por ele para os membros da Congregação, na reunião realizada nesta quinta-feira no Auditório Professor Francisco Romeu Landi, no prédio da Administração.

Estão disponíveis no site Memória edições da Revista Politécnica, Atas da Congregação, Relatórios, Anuários e Programas de Disciplinas. Os documentos foram produzidos entre os anos de 1894 e 1938. No site consta, por exemplo, a ata manuscrita de instalação da Poli de 1894. O documento é assinado por vários dos participantes do evento de instalação da Escola, como o então presidente do Estado de São Paulo, Bernardino de Campos, e os professores Francisco de Paula Souza e Luiz Inácio de Anhaia Mello, além de diversas autoridades, incluindo os cônsules da França, Inglaterra, Alemanha, Itália e Portugal, entre outras.

Outro exemplo de conteúdo: uma das edições da Revista Politécnica digitalizada e disponível no site conta sobre uma grande novidade técnica, o vidro armado, material que foi exposto em uma casa comercial paulista e era, na época, uma inovação em materiais de construção civil na América do Norte e Europa.

Além da digitalização de parte do acervo, foram feitos os trabalhos de limpeza, higienização e acondicionamento desses documentos. O mecanismo de busca do site permite a pesquisa por autor, assunto, data de publicação e coleção. “Fizemos o trabalho de indexação de cada documento manuscrito, de modo que é possível identificar seu conteúdo por algumas palavras-chave. Se estiver procurando por Paula Souza no conjunto de atas manuscritas do nosso acervo histórico, será possível encontrar, nos documentos digitalizados, aqueles em que constam seu nome”, explica o coordenador.

O diretor da Poli, professor José Roberto Castilho Piqueira, parabenizou a equipe envolvida no projeto. “É um trabalho precioso e importante para a memória não só da nossa Escola, mas da Engenharia no Brasil”, destacou.

A equipe do projeto foi composta por 14 pessoas, entre funcionários da equipe da Biblioteca Central da Poli, do Serviço Técnico de Informática e estagiários. Contou com o apoio da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP, por meio do Programa Memória Institucional, e da Fundação de Apoio à Universidade de São Paulo (FUSP).