Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Secretário de Energia e Mineração de São Paulo fala aos alunos da Poli sobre desafios tecnológicos

Secretário de Energia e Mineração de São Paulo fala aos alunos da Poli sobre desafios tecnológicos

João Carlos de Souza Meirelles é formado em Engenharia Civil pela Escola, e foi convidado a dar a aula inaugural do campus de Santos

O secretário estadual de Energia e Mineração, João Carlos de Souza Meirelles, ministrou a aula inaugural do campus de Santos da Poli-USP de 2016, no dia 17 de fevereiro, aos alunos ingressantes na quinta turma do curso de engenharia de petróleo desde que ele passou a ser oferecido na cidade. Meirelles é formado pela Poli, em Engenharia Civil, e tem uma longa carreira na política nos poderes Legislativo e Executivo. Foi vereador de São Paulo, onde ocupou o posto de presidente da Câmara. No Executivo, foi secretário estadual de Agricultura e Abastecimento de 1998 a 2002, de Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Turismo entre 2003 e 2006, além de assessor especial de Assuntos Estratégicos do governador do Estado de São Paulo em 2013. Desde 2015 é secretário de Estadual de Energia e Mineração.

Estiveram presentes à solenidade o diretor da Escola, professor José Roberto Castilho Piqueira, a vice-diretora da Escola, Liedi Légi Bariani Bernucci, o vice-reitor da USP e docente da Poli, Vahan Agopyan, o chefe do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo da Poli (PMI), professor Giorgio de Tomi, o gerente-geral da Unidade de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS) da Petrobras, Osvaldo Kawakami, o Secretário de Cultura da Prefeitura de Santos, Fábio Nunes, entre outros.

O secretário falou, em sua apresentação, sobre os desafios tecnológicos para a geração energia, que classificou como uma oportunidade para que os futuros profissionais atuem diretamente na proposta de soluções sustentáveis e competitivas. O secretário destacou a importância da construção de uma nova rota de gás, denominada Rota 4, o projeto de GNL - Gás Natural Liquefeito na Baixada Santista, o swap de gás e a construção de novas termoelétricas. O rol de oportunidades em engenharia é muito grande. “Apesar da crise, o Brasil continua produzindo petróleo e no futuro próximo esse setor, que é vital para o Brasil, deverá ter uma grande retomada. Estamos vendo cada vez mais mulheres na engenharia e isso é fundamental para o crescimento da profissão", destacou Meirelles.

Meirelles citou exemplos de projetos nos quais profissionais da Poli-USP podem atuar auxiliando nos desafios tecnológicos do Estado de São Paulo. “Em primeiro lugar, na modelagem dos sistemas de geração termoelétrica a gás através de um novo polo que estamos implementando na região de Pedreira, ao lado da Represa Billings, para a geração de energia. É uma central que irá gerar mais 1500 MW de potência, portanto a Poli estar acompanhando isso será muito importante”. O secretário explicou que será necessária toda a interface do suprimento de gás, conexão de energia elétrica, certificação ambiental, entre outros fatores. “Estamos apoiando a iniciativa privada para implantar este duto marítimo, a Rota 4, que entra pela bacia de Santos e levará até Cubatão. É uma oportunidade imensa para que a gente use novas tecnologias. Evidentemente que o que nós precisamos, no setor de energia, é a energia renovável. Nós precisamos maximizar a produtividade da energia de biomassa, seja de cana, bagaço de cana e de cavaco de madeira. Nós estamos introduzindo pesadamente a questão da energia solar fotovoltática, e portanto há um espaço monumental para que se desenvolvam tecnologias. E nós já trabalhamos com a Poli-USP com estes setores todos”.

O arquivo está disponível no link.