Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Poli-USP, universidades brasileiras e japonesas oferecerão disciplinas de pós em engenharia naval

Poli-USP, universidades brasileiras e japonesas oferecerão disciplinas de pós em engenharia naval

A Escola Politécnica da USP realizará, na segunda-feira, dia 29 de fevereiro, uma cerimônia de lançamento de um novo programa colaborativo de pós-graduação que envolverá cinco universidades japonesas e quatro brasileiras, específico para área de Engenharia Naval e Oceânica. Uma delegação das universidades de Tóquio, Nacional de Yokohama, de Nihon e de Kuyushu será recepcionada pelo diretor da Poli-USP, professor José Roberto Castilho Piqueira, e pelos professores do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Naval e Oceânica da Escola. A partir das 15h, o professor Toru Sato fará uma apresentação sobre o curso colaborativo, que será seguida de uma série de apresentações sobre as universidades japonesas e sobre a Poli-USP, conforme programação abaixo. O evento será realizado na sala ET3 do Departamento de Engenharia Naval e Oceânica.alt

O curso será iniciado em abril, e será realizado por meio de sistemas de videoconferência. Todos os estudantes de pós-graduação das Escolas e Universidades integrantes do acordo poderão participar do programa, que terá diversas disciplinas com formatação diferente das convencionais. Participam da iniciativa as seguintes universidades brasileiras: USP, Unicamp, UFRJ, UFPE e UFSC. O projeto faz parte de uma iniciativa do Ministério da Educação do Japão para apoiar a formação de programas colaborativos com as universidades latino-americanas. Segundo o professor Kazuo Nishimoto, do Departamento de Engenharia Naval e Oceânica da Poli-USP, este curso faz parte da proposta que a Universidade de Tóquio está organizando envolvendo diversas universidades brasileiras e japonesas que tenham programa de pós-graduação ou de graduação com foco na Engenharia Naval e Oceânica. “A ideia é aumentar a gama de disciplinas atualizadas que possam cobrir as demandas cada vez mais diversificadas nesta área. Como o Brasil vem publicando diversas teses, dissertações e artigos (papers) de alto nível na área de Engenharia Oceânica, especificamente em exploração e produção de petróleo e gás no mar, eles nos escolheram como principal parceiro”.

Kazuo explica que o Japão tem uma política de fomentar o desenvolvimento de profissionais qualificados de alto nível nesta área devido a sua natureza socioeconômica que depende do oceano. “Apesar de não ter petróleo e gás na forma convencional no território deles, tem hidrato de gás e outros minérios no fundo do mar e o governo japonês resolveu investir na formação. O Japão vê o Brasil como um parceiro ideal para esta formação de pessoas e creio eu que o Brasil pode e deve aproveitar o que o Japão tem de melhor nesta área para formar também profissionais desta área”.

Além da formação de profissionais qualificados para atender à demanda crescente de exploração do oceano, o professor Nishimoto acredita que a interação ajudará a criar entre os profissionais brasileiros uma cultura de inovação que o Japão pratica há muitos anos. “O resultado esperado é aumentar o numero de pessoas qualificadas em ambos os países que possam colaborar no desenvolvimento científico, tecnológico e econômico. Dentro desta perspectiva, como segundo passo, é iniciar pesquisas em conjunto com as universidades e aumentar duplo diploma que já temos praticados com algumas das universidades, como o de Yokohama”.

Os professores da Poli-USP tem uma intensa relação com as universidades japonesas, principalmente a Universidade Nacional de Yokohama, tendo muitos deles concluído pós-graduação nesta universidade. “A cooperação e interação entre docentes, pesquisadores e alunos são cada vez mais importantes para formatar não só este tipo de curso, mas também em nossos cursos da Poli-USP. Os novos conhecimentos que a humanidade necessita exige que haja interdisciplinaridade e isto só é possível com bom relacionamento e interação entre todos os protagonistas da Poli”, conclui Kazuo.

Serviço

Cerimônia de Lançamento do Curso Colaborativo entre universidades brasileiras e japonesas

Data e horário: 29 de fevereiro de 2016, às 15h.

Local: Sala ET3 do Departamento de Engenharia Naval e Oceânica

Prédio da Engenharia Mecânica, Mecatrônica e Naval.

Av. Prof. Prof. Mello Mores, nº 2231, Cidade Universitária, São Paulo, SP.

Programação

15h – Apresentação do Curso Colaborativo – Prof. Toru Sato

15h – Apresentações curtas da Universidade de Tóquio e da Universidade Nacional de Yokohama

16h – Coffee break

16h – Apresentação da Universidade de Kyushu

16h40 – Apresentação da Universidade de Nihon

17h – Apresentação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Naval e Oceânica da Poli-USP – Prof. Marcelo Martins

17h30 – Recepção Brasil-Japão

Outras informações pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.