Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Poli Cidadã reconhece os melhores trabalhos da Febrace na área de engenharia

Poli Cidadã reconhece os melhores trabalhos da Febrace na área de engenharia

O Programa Poli Cidadã da Escola Politécnica da USP premiou os três melhores projetos da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE) de 2016 na área de engenharia, com o Prêmio Poli Cidadã de Tecnologia e Desenvolvimento Social. A premiação foi realizada na última sexta-feira, dia 18 de março de 2016, e o professor Antonio Luís de Campos Mariani, presidente da Comissão de Projetos com Responsabilidade Social do Poli Cidadã, e o engenheiro Felipe Niski Zveibil, aluno de pós-graduação da Escola, e membro do projeto Engenheiros Sem Fronteiras - Núcleo USP, entregaram os prêmios do Poli Cidadã.

O professor Mariani destacou o trabalho de mais de 100 alunos da Escola Politécnica que disponibilizaram algumas horas maravilhando-se com projetos fantásticos e avaliando a contribuição social que eles representam. “Os projetos parceiros do Poli Cidadã foram fundamentais para viabilizar este sucesso. Destacou-se a atuação do estudante de Engenharia de Computação, Rafael Menezes, que dedicou-se também a programar e gerenciar o sistema que calculou resultados das avaliações”.

O primeiro lugar ficou com o projeto “Cristalização do poliestireno expandido: um novo método de gerenciamento ambiental na área marítima e civil”, criado pelos estudantes Gabriel de Moura Martins, Myllena Cristyna Braz da Silva, Helyson Lucas, da Escola Deputado Joaquim de Figueiredo Correia, de Iracema, CE, e orientado pela professora Érica Bezerra Costa e Bezerra Braz.

Já o segundo lugar ficou com o projeto “Caracterização quanto à corrosão do aço ANSI 1020 exposto à solução de ácido nítrico (HNO3), criado pelo estudante Eros Frederico da Silva, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul - Campus Corumbá, de Corumbá, MS, sob orientação do professor Tobias Eduardo Schmitzhaus e da coorientadora Samara Melo Valcacer.

Por fim, o terceiro lugar ficou com o projeto “Tijofibra: uma solução para os problemas de habitação” produzido pelos estudantes Luis Vongesse de Sousa Neto e Mateus Vasconcelos Rocha, da Escola Estadual de Educação Profissional Júlio França, de Bela Cruz, CE, e orientado pela professora Luana Araujo Teixiera, e coordenada por Fernando Nunes de Vasconcelos.

Os critérios foram definidos pela equipe formada pelo Programa Poli Cidadã e Projetos Parceiros, e o diferencial da premiação é que esta valoriza os projetos que colaboram para um desenvolvimento social responsável de determinada região, comunidade, ou instituição do Brasil.

Para o primeiro lugar da premiação, o prêmio concedido foi um notebook e um certificado, para o segundo lugar, os prêmios foram pen drives e um certificado, e o terceiro lugar recebeu um certificado. Todos os premiados receberam um kit da Escola Politécnica com um broche com o símbolo da Poli, a Deusa Minerva, um livro sobre a instituição, e um pôster com o mapa da USP estilizado pelos cartunistas Gepp e Maia.