Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Poli Cidadã comemora conclusão dos projetos de 2016

Poli Cidadã comemora conclusão dos projetos de 2016

Alunos e monitores receberam certificado pela participação na Oficina de Carrinhos de Rolimã e no Inclusão Digital

Alunos e monitores que participaram dos projetos Oficina de Carrinhos de Rolimã e Inclusão Digital, coordenados pelo Poli Cidadã, receberam os certificados de conclusão dos projetos em uma cerimônia realizada nesta quinta-feira (24/11) no anfiteatro da Engenharia Mecânica/Mecatrônica da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), em São Paulo. “Unir educação, ciência, envolvendo alunos, professores, comunidade e parceiros, é motivo de enorme satisfação para mim”, destacou o professor Antonio Luis de Campos Mariani, que coordena o programa. “Só tenho que agradecer a todos e dizer que esse engajamento dá energia para continuar com novos projetos.”

O projeto Oficina Carrinhos de Rolimã tem o objetivo é despertar nos jovens o interesse por carreiras técnicas. Os participantes são estudantes com idade entre 10 e 14 anos, que moram em comunidades vizinhas à USP. O projeto é realizado em parceria com o Centro Acadêmico da Mecânica e Mecatrônica (CAM), com o patrocínio da American Society of Heating, Refrigerating and Air Conditioning Enginneers (ASHRAE) e da Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia (FDTE).

Já no projeto Inclusão Digital são oferecidas aulas de informática para os integrantes do movimento de trabalhadores sem teto da Zona Oeste de São Paulo. O projeto tem como parceiro o PET Mecatrônica – Programa de Educação Tutoruial e o Projeto Crescimento.

“É um orgulho dirigir uma Escola de Engenharia que tem grupos de trabalho como os que vemos aqui”, elogiou o professor José Roberto Castilho Piqueira, diretor da Poli. “Além do nível de excelência acadêmica e didática, temos alunos que fazem um trabalho social muito importante. Serão engenheiros que já têm, desde a sua formação, o envolvimento em atividades que se voltam para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e do nosso País”, completou.

A professora Bianca Sanchez Martino Cestari Vieira, coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental da Escola Estadual Emygdio de Barros, onde estudam os jovens que participaram da Oficina de Carrinho de Rolimã, expressou seu agradecimento a todos pela realização da Oficina. “Esse tipo de iniciativa faz muita diferença na vida dos nossos alunos. Foi algo que os pais dos nossos estudantes já nos reportaram”, disse.

O evento também contou com a participação do diretor superintendente da FDTE, André Steagall Gertsenchtein; do coordenador do Projeto Crescimento, Felipe Niski Zveibil; da presidente do CAM, Ana Paula Neuenschwander, entre outros.