Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias XVI Concurso MetMat de Fotomicrografias premia trabalhos vencedores

XVI Concurso MetMat de Fotomicrografias premia trabalhos vencedores

 Evento apoiado pela Gerdau teve um número recorde de inscrições em sua última edição

O Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais (PMT) da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) realizou, no dia 5 de dezembro, a premiação do Concurso MetMat de Fotomicrografias de Metalurgia e Materiais. Apesar de o evento já estar em sua 16ª edição, esse ano contou com novidades, como a exibição do primeiro microscópio da Poli, adquirido no começo dos anos 1900, e um recorde de inscrições, totalizando 137.

André Paulo Tschiptschin, coordenador do Concurso, fez um retrospecto sobre a iniciativa e agradeceu o apoio da empresa Gerdau. “A ideia de fazer arte a partir do estudo da estrutura de materiais foi concebida em nossos laboratórios”, afirmou. “Não imaginávamos que o Concurso fosse durar tantos anos, e parte de seu sucesso se deve ao apoio financeiro pela Gerdau”, concluiu.

“Em 2017, o número de inscrições atingiu o seu máximo, com 137 trabalhos, o que tornou a competição mais acirrada e o padrão de qualidade das fotos mais elevado”, contou Tschiptschin. “Houve ainda uma dispersão de localidades dos inscritos. Participantes do Rio de Janeiro, Pará e até da Colômbia foram premiados”. Todas as fotografias ficarão expostas na entrada do prédio do PMT até a realização da edição seguinte, prevista para o ano que vem.

Fotografias premiadas - O primeiro lugar na categoria Microscopia Eletrônica foi para a obra “Formação de Escamas no cavaco provocadas por bandas de cisalhamento adiabático em processo de torneamento”, de Silvano dos Santos, pesquisador da Faculdade de Tecnologia de São Paulo (FATEC-SP). Sua foto mostra um processo denominado usinagem, que se configura na diminuição de diâmetro de uma barra cilíndrica de metal. Ele conseguiu capturar as lâminas do metal que saem ao serem desgastadas.

Já a vencedora da categoria Microscopia Óptica intitula-se “Solda por Fricção”, e é de autoria de Joel Souza de Alencar, técnico metalógrafo do Laboratório Nacional de Nanotecnologia. Ele fotografou uma nova técnica de soldagem no estado sólido, que é feita a partir da utilização de uma ferramenta de alto ponto de fusão. Ela provoca um atrito entre as duas superfícies a serem fundidas, e o material fica quente, mas não líquido, o que diminui as chances de formação de defeitos.

A cerimônia teve a presença de José Roberto Castilho Piqueira, diretor da Escola, Liedi Légi Bariani Bernucci, vice-diretora e Marcelo Breda Mourão, chefe do PMT. Bernucci elogiou a beleza das fotos e contou que já teve uma aluna premiada. “A gente diz que a Engenharia é bela, e quem não é da área não consegue entender. O Concurso materializa essa ideia”, exaltou.

Piqueira cumprimentou e agradeceu a presença e o apoio de todos os presentes. “Esse evento é tradicional na Poli e já faz parte do nosso calendário. Isso se deve graças à resiliência dos professores em promovê-lo”. Mourão agradeceu a presença da diretoria e convidou Piqueira para as próximas edições, quando ele não fará mais parte da diretoria.