Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Falhas na rede elétrica - Núcleo da USP desenvolve ferramenta virtual para treinamento em manutenção

Falhas na rede elétrica - Núcleo da USP desenvolve ferramenta virtual para treinamento em manutenção

O Núcleo de Realidade Virtual do Laboratório de Sistemas Integrados (LSI), da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (EPUSP), desenvolveu uma ferramenta virtual para treinamento de funcionários de companhias elétricas. O objetivo é minimizar os riscos oferecidos em algumas tarefas rotineiras, que muitas vezes precisam ser adiadas em função de condições climáticas adversas, podendo interromper o abastecimento de energia elétrica e prejudicar moradores, empresas, escolas e hospitais de uma cidade.

O sistema está em fase final de implantação na sede da AES Eletropaulo, e deve entrar em pleno funcionamento ainda no primeiro semestre de 2011. Márcio Cabral, gerente da Núcleo de Realidade Virtual e pesquisador do LSI-EPUSP, explica que atualmente esta sendo finalizada uma sala de treinamento na sede da empresa, e reforça a importância do novo sistema. “Para os funcionários de companhias elétricas, até mesmo chuvas fracas representam alto risco de vida”, afirma. “A ferramenta do LSI-EPUSP foi desenvolvida de forma a simular desde condições menos drásticas até situações de catástrofe, como as que assolaram o Estado do Rio de Janeiro no início de 2011, e por isso pode ser utilizada em companhias elétricas que abastecem cidades e Estados de diversos portes”, conclui.

Fundado em 1975, o LSI é um dos pioneiros em pesquisa e desenvolvimento no Brasil. Na década de 80, desenvolveu o primeiro micro-super-computador brasileiro de 32 bits, um mini-super-computador paralelo com arquitetura NUMA, aplicações específicas de microprocessadores e uma família de terminais e estações gráficas. Foi responsável ainda pelo desenvolvimento de muitos equipamentos de laboratório, como osciloscópios digitais, analisadores lógicos, equipamentos de caracterização e processos para microeletrônica.

Em abril de 2001, inaugurou a CAVERNA Digital, primeiro sistema de realidade virtual da América Latina, composto por cinco telas que envolvem os usuários com imagens estereoscópicas, acionado por um cluster gráfico, desenvolvido no próprio LSI. Atualmente, essa infra-estrutura é utilizada em projetos conjuntos com diversos grupos de pesquisa da Escola Politécnica, de outras unidades da USP e de outras Universidades.

O laboratório ainda desenvolve projetos e pesquisas nas área de Tecnologias para a Educação, Certificação Digital, Circuitos Integrados, IC Design House, Sistemas de TV Digital, Microfabricação, Saúde Digital, Segurança da Informação, Tecnologias sem Fio, Testes de Celulares e Software para Celulares.