Escola Politécnica da USP

usp.br

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Início Comunicação Notícias Arquivo de notícias Confira o balanço das atividades da direção da Escola Politécnica nos últimos meses

Confira o balanço das atividades da direção da Escola Politécnica nos últimos meses

A direção da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo promove diversas ações com o objetivo de expandir e melhorar as atividades de ensino, pesquisa e extensão da unidade, cumprindo assim com o seu dever de aperfeiçoar a produção de conhecimento nas grandes áreas da engenharia, atendendo às necessidades do país em desenvolvimento tecnológico. O objetivo deste material é informar à comunidade da Escola, da USP e toda a sociedade, as atividades desenvolvidas nesse sentido, no período de junho a outubro de 2011.

 

Atividades do Diretor

O Diretor da Escola Politécnica, prof. José Roberto Cardoso, passou a compor a Comissão de Planejamento (CP) Reitoria da USP. Entre as atribuições da Comissão estão: assessorar a Reitoria e as Pró-Reitorias no planejamento, programação e desenvolvimento das atividades universitárias; elaborar e propor planos estratégicos de desenvolvimento da Universidade, a médio e longo prazo; e elaborar projetos específicos quando solicitados pelo Reitor.

O professor participou do evento Global Engineering Education Summit, em Nova Iorque, junto ao Pró-reitor de graduação, Vahan Agopyan, para discutir o papel das engenharias nos BRICS, e palestrou no Seminário de Tecnologias Ferroviárias, na Câmara dos Deputados do Estado de São Paulo, sobre a formação de mão-de-obra qualificada em engenharia.

O Diretor realizou ainda uma visita ao Centro de Pesquisas e Capacitação em Meio-ambiente (CEPEMA), junto ao reitor João Grandino Rodas, e ao vice-reitor, Hélio Nogueira da Cruz. O professor participou também da Reunião dos Dirigentes da USP em Mogi das Cruzes, e do Encontro de Decanos de Ingeniaria de Latin America, no Global Engineering Deans Council of Latin America (GEDC). 

Outra atividade na qual o professor José Roberto Cardoso está envolvido, junto a outros professores da Escola Politécnica, é o projeto SP2040, plano de longo prazo que pretende vislumbrar como será São Paulo em 2040. O plano se baseia em 5 eixos estratégicos: Coesão Social, Desenvolvimento Urbano, Melhoria Ambiental, Mobilidade e Oportunidade de Negócios. O eixo Mobilidade é coordenado pelo Professor Orlando Strambi, do departamento de Engenharia de Transportes da POLI-USP, e conta com a colaboração do Professor Mario Garcia, e do Professor José Roberto Cardoso. O eixo Melhoria Ambiental também conta com a presença de professores da Poli/USP, sendo coordenado pelo professor Mário Thadeu Lemes de Barros (POLI-USP), com a participação dos Professores José Goldemberg (IEE-USP), Marco Antônio Palermo (POLI-USP), Maria Cecília Loschiavo (FAU-USP), Monica Ferreira do Amaral Porto (POLI-USP) e Oswaldo Lucon (IEE-USP).

O professor Cardoso participa das discussões sobre a criação de um centro de pesquisa metro-ferroviário, com a participação da Escola Politécnica, junto ao IPT, com a colaboração do Metrô e da CPTM. O projeto tem como objetivo realizar ensaios e certificações em trens. “Quando um trem vai entrar em uso, ele precisa ser certificado para atestar sua segurança. O objetivo desse projeto, além de realizar essa certificação, é realizar pesquisas relacionadas à ferrovias”. Uma parte desse centro de pesquisas será no IPT, e outra parte ficará fora do câmpus, numa região com trilhos para acesso dos trens. O modelo de governança do projeto ainda está em discussão.

O diretor se reuniu com o Secretário de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo, Paulo Alexandre Barbosa, para solicitar a cessão do Edifício Paula Souza à Escola Politécnica. O prédio se localiza no centro da cidade, na Praça Coronel Fernando Prestes, 74, e seria utilizado para cursos de extensão e de aperfeiçoamento de professores de cursos superiores em Engenharia.

Um projeto conjunto entre a Poli/USP, o Instituto de Eletrotécnica e Energia da USP (IEE) e a Secretaria de Energia do Estado de São Paulo foi discutido em reunião com o secretário José Anibal, na qual foi oferecido o apoio da Poli à secretaria.

Ensino

A Escola Politécnica tem sete novos professores titulares, que serão recepcionados em sessão solene no dia 13 de dezembro, no Auditório Francisco Romeu Landi, no Edifício “Eng. Mário Covas Jr.” – o prédio da administração. Os novos professores titulares são a Prof. Dr. Anna Helena Reali Costa, do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais (PCS), o Prof. Dr. Antonio Carlos Seabra, do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos (PSI), o Prof. Dr. Cláudio Ruggieri, do Departamento de Engenharia Naval e Oceânica (PNV), o Prof. Dr. Julio Romano Meneghini, do Departamento de Engenharia Mecatrônica e de Sistemas Mecânicos (PMR), a Prof. Dr. Linda Lee Ho, do Departamento de Engenharia de Produção (PRO), o Prof. Dr. Nelson Kagan, do Departamento de Engenharia de Energia e Automação Elétrica (PEA) e o Prof. Dr. Orlando Strambi, do Departamento de Engenharia de Transportes (PTR).

 Pesquisa

A Pró-Reitoria de Pesquisa da USP aprovou a criação do Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP) Oceano Sustentável (OceanoS). O projeto é resultado de uma ação conjunta entre professores do Instituto Oceanográfico (IO) e dos Departamentos de Engenharia Mecânica (PME), de Engenharia Mecatrônica e Sistemas Mecânicos (PMR) e de Engenharia Naval e Oceânica (PNV) da Escola Politécnica. Nos dias 14 e 15 de junho, foi realizado um workshop para que alunos, professores e funcionários assistissem apresentações de docentes de ambas unidades e fizessem visitas monitoradas aos diversos laboratórios de pesquisa.

O Centro de Gerenciamento de Projetos da Escola Politécnica recebeu representantes da Pró-Reitoria de Pesquisa, o Prof. Dr. Osvaldo Shigueru Nakao e a Pró-Reitora Adjunta de Pesquisa, Profa. Dra. Belmira Oliveira Bueno. O objetivo da seção, como explica Shirlei Molina, integrante da equipe, consiste em assessorar e dar suporte aos projetos de pesquisa, da estruturação à prestação de contas. O serviço do Centro de Gerenciamento pode ser utilizado pelos docentes da Escola Politécnica, e compreende as atividades relacionadas ao projeto do início ao fim.

Extensão

Estudantes da Poli/USP, integrantes do Centro Acadêmico da Mecânica (CAM), promoveram o projeto “Oficina de Carrinhos de Rolimã”, com apoio do Programa Poli Cidadã, da Escola de Enfermagem da USP e do Comitê Estudantil do Chapter Brasil da American Society of Heating, Refrigerating and Air Conditioning Enginneers (ASHRAE).

O projeto foi desenvolvido em três finais de semana, e teve como objetivo despertar e motivar crianças da comunidade São Remo, vizinha à USP, para a área técnica mecânica. Em dois dias de oficina os 36 meninos e meninas de 10 a 14 anos foram divididos em oito equipes, que tinham como monitores estudantes de engenharia para orientar a fabricação dos carrinhos. Ao final todos os participantes receberam um certificado e um convite, “Vamos pensar no futuro?”, feito através de um folheto que indicava escolas e cursos para aqueles que se interessaram pela área de Engenharia Mecânica.

Poli em Santos

Nos últimos meses, a direção da Escola Politécnica tem se envolvido intensamente com a transferência do curso de Engenharia de Petróleo para a cidade de Santos. De acordo com o diretor da Poli, a transferência do curso de preenche uma lacuna na cidade de Santos, que hoje não tem nenhuma unidade de universidade pública nessa área. O objetivo é atender a demanda por profissionais qualificadas, que será gerada pelo grande desenvolvimento da área de petróleo e gás que a Baixada Santista terá devido à instalação da Petrobrás, para a exploração do petróleo da camada pré-sal da Bacia de Santos.

Em Santos, o curso de Engenharia do Petróleo funcionará num prédio construído por Ramos de Azevedo, no bairro Vila Matias, na região central da cidade, que já abrigou uma escola no passado. As aulas em Santos serão dadas pelos mesmos professores que hoje lecionam no curso em São Paulo, mas poderá haver novas contratações.

De acordo o chefe do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo, do campus da capital, Laurindo de Salles Leal Filho, um dos responsáveis pela implantação do novo curso, o foco do ensino será o mesmo no campus do litoral. “O profissional continuará sendo capacitado para atuar em diversos segmentos da cadeia produtiva do petróleo, desde os estudos geológicos iniciais, passando pela perfuração de poços até a produção e o processamento primário do petróleo e do gás”, explica.

Projetos de Parceria

Uma parceria está sendo acertada entre a Poli e a empresa everis, com intermédio do professor titular do Departamento de Engenharia Mecânica (PME), Paulo Carlos Kaminski. A everis é uma das maiores empresas de consultoria de negócios, tecnologia e outsourcing do mundo. A proposta é implementar uma parceria de longo prazo, na qual pretende-se desenvolver projetos e treinamentos com o envolvimento de professores da Poli/USP, alunos (graduação e pós) e colaboradores da Everis. Outra visita recebida pelo diretor foi o Eng. Carlos Gasparetto, diretor de recursos humanos da Hyunday, acompanhado pelo Presidente da empresa. As atividades oriundas desse relacionamento com a Hyundai serão coordenadas pelo professor Marcelo Alves do Departamento de Engenharia Mecânica.

Infraestrutura

A Biblioteca da Engenharia Civil da Escola Politécnica ganhou um novo ambiente, com mais de 1.800 obras e quase 200 títulos de periódicos, o Espaço Victor de Mello. O acervo é composto por análises e trabalhos de Victor de Mello, ex-professor do Departamento de Estruturas e Fundações da Escola Politécnica. O espaço, inaugurado no dia 9 de junho, foi projetado pelos netos do professor, os arquitetos Gil Soares de Mello e Lucas de Mello Alessio, e contou com colaboração de seu filho Luiz Guilherme de Mello e Waldemar Hachich, ambos professores do departamento. A pedido do próprio professor, as obras ficam em um espaço reservado, e não integram o acervo geral, por se tratar de uma biblioteca bastante específica e especializada em Engenharia Geotécnica.

A Escola Politécnica fechou uma parceria com a IBM com o objetivo de capacitar e certificar alunos de graduação e pós-graduação da Poli em tecnologias IBM. Essa parceria faz parte do programa IBM Smart Professional, que traz como principais benefícios a capacitação de profissionais de acordo com as necessidades do mercado, com acesso às certificações IBM com custo de apenas US$ 30 (o custo normal é de US$ 200). O projeto é coordenado pelo professor Jorge Luís Risco Becerra, do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais (PCS), e a meta é que 120 alunos participem do programa por semestre.

Eventos

A Poli/USP promoveu o evento 1ª Conferência USP em Engenharia, para discutir os grandes temas de interesse nacional na área.  O evento contou com o apoio da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP e contou com a presença de especialistas de renome do Brasil e do exterior para abordar assuntos relacionados à inovação, sustentabilidade, energia, educação e regulamentação em engenharia. O vice-diretor da Poli, José Roberto Castilho Piqueira, foi um dos organizadores do evento, junto aos professores Ivan Gilberto Sandoval Falleiros, Vanderlei John e Henrique Rozanfeld da EESC.

No início de agosto foi lançado o livro “Desafio da Sustentabilidade na Construção Civil”, de autoria do Pró-reitor de pós-graduação e diretor da Poli/USP de 2002 à 2006, Vahan Agopyan, e de Vanderley John, ambos professores da Escola Politécnica. Segundo dados da Fapesp, uma das principais conclusões do livro é que a inovação tecnológica é imprescindível para que o setor da construção civil contribua para uma sociedade mais sustentável.

As professoras Anarosa Alves Franco Brandão e Selma Shin Shimizu Melnikoff, do departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais, participaram da organização do Congresso Brasileiro de Software: Teoria e Prática (CBSoft). Este é o principal evento brasileiro que integra as comunidades acadêmica, industrial e governamental com o intuito de promover discussões sobre as mais recentes pesquisas, tendências e inovações – práticas e teóricas – na área de software.

Visitas

O diretor da Poli/USP recebeu representantes das seguintes universidades de outros países para discutir possíveis acordos de cooperação:

  • Providence University de Taiwan, com prof. Li, por intermédio do prof. Dr. Fernando Josepetti Fonseca, do departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos (PSI);
  • Western Virginia University, com o diretor da College of Business & Economics, José V. Sartarelli, por intermédio do prof. Dr. João Amato Neto, chefe do departamento de Engenharia de Produção (PRO);
  • Universidade Técnica da Angola, com o reitor Paulo Victorino dos Reis Afonso, o vice-reitor João Saveia e o chefe de departamento Francisco Gil;
  • Universidade Federal do Oeste do Pará, com o reitor José Seixas Lourenço, e o professor Wanderley Messias;
  • Tokyo Institute of Technology, com os professores Paulo Myaqui e Fukushima;
  • Universidade de Hannover, da Alemanha, por intermédio do professor Dr. Fernando Josepetti Fonseca;
  • Universidade de Kyoto, com os professores Yamashick e Sassaki, por intermédio do professor Alexandre Kawano do Departamento de Mecatrônica e Sistemas Mecânicos (PMR);
  • Universidade da Catalunha;
  • Universidade de Perth na Austrália, por meio do prof. Frank Quina;
  • Universidade de Valência, por intermédio do prof. Arturo Forner Cordero do Departamento de Mecatrônica e Sistemas Mecânicos;
  • Universidade Industrial de Santander, da Colômbia, com o prof. Alfonso Garcia Castro, diretor da Escola da Engenharia Mecânica.

 

O Conselho Técnico Administrativo (CTA) recebeu a visita do vice-reitor Executivo de Administração da USP, Prof. Dr. Antonio Roque Dechen, do coordenador da Agência USP de Inovação, Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato, e do representante da Petrobrás, Elísio Caetano.

O diretor da Politécnica recebeu também uma delegação do Ministério da Defesa para divulgação do Livro Branco.

A Escola Politécnica recebeu representantes da King Abdullah University of Science and Technology (KAUST) da Arábia Saudita para apresentar a universidade e seus programas de mestrado e doutorado, por intermédio de Suzana Pereira Nunes, brasileira e professora associada na KAUST. Outras informações sobre a universidade em http://www3.poli.usp.br/pt/comunicacao/noticias/879-universidade-da-arabia-saudita-oferece-bolsa-integral-para-mestrado-e-doutorado.html

Workshop

A Escola Politécnica recebeu representantes da Petrobrás e do grupo ABB, empresa voltada para tecnologias de energia e automação, para workshops nos quais os professores puderam conhecer as necessidades de empresas em termos de pesquisa e inovação, e para que fossem identificados projetos de pesquisa para acordos de cooperação.