Professores da Poli-USP integram comitê de meio ambiente do Governo de SP

O Governo do Estado de São Paulo anunciou, no último mês, a criação de um Comitê de Apoio à Gestão Ambiental do Estado de São Paulo, que tem como objetivo designar uma assessoria consultiva para definir estratégias na condução da agenda ambiental do Estado de São Paulo.

Entre os integrantes deste Comitê, presidido pelo professor e ex-reitor da USP (1986-1990), José Goldemberg, estão os professores titulares da Escola Politécnica (Poli) da USP, Maria Eugênia Gimenez Boscov, chefe do Departamento de Engenharia de Estruturas e Geotécnica, e Benedito Braga, Presidente da Sabesp.

Sobre os docentes

Maria Eugênia é professora e chefe do Departamento de Engenharia de Estruturas e Geotécnica da Poli, pesquisadora 1D do CNPq, membro da International Society for Soil Mechanics and Geotechnical Engineering, da Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica, da Associação Brasileira de Resíduos Sólidos e Limpeza Pública e da Associação Brasileira de Geossintéticos (IGS-Brasil). Na tragédia ocorrida em Brumadinho, ela fez análises sobre a situação da barragem em publicações como a Folha de São Paulo e o Jornal da USP.

Em janeiro deste ano, Benedito Pinto Ferreira Braga Júnior foi eleito para o cargo de diretor-presidente da Sabesp pelo Conselho de Administração da companhia, órgão que também passa a integrar, e do qual já foi presidente, de janeiro de 2015 a abril de 2018.

 Graduado em engenharia civil pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (USP), Benedito Braga é mestre em Hidrologia pela Stanford University e em Hidráulica pela USP, além de ser PhD em Recursos Hídricos, também pela Stanford University. Foi secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, de janeiro de 2015 a maio de 2018; copresidente do Comitê Organizador Internacional do Fórum Mundial da Água, em Brasília e na Coréia, nos anos de 2018 e 2015, respectivamente; e presidente do referido comitê na França, em 2012. 

Atualmente, é presidente honorário do Conselho Mundial da Água (World Water Council – WWC), do qual foi presidente de 2012 a 2018. Braga foi, ainda, presidente do Conselho Intergovernamental do Programa Hidrológico Internacional da Unesco, de 2008 a 2009; presidente da Associação Internacional de Recursos Hídricos (International Water Resources Association – IWRA), de 1998 a 2000, bem como diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), de 2001 a 2009. Entre suas atividades docentes, foi professor da Escola Politécnica da USP, de 1980 a dezembro de 2018, e da qual é professor-titular desde 1998.

Com algumas informações do Jornal da USP , e do site da Sabesp.