Poli na Mídia: Robôs inteligentes poderão ajudar crianças autistas e deprimidas

17/08/2020 –  Marco Pereira Barreto, coordenador do laboratório de robôs sociais da Escola Politécnica (Poli) da Universidade de São Paulo (USP) e especialista em computação afetiva, fala em reportagem sobre o uso de robôs no cotidiano: 

“Falar sobre superinteligência atualmente é futurismo. Hoje temos um desenvolvimento de robôs e sistemas de inteligência artificial que tendem a ser mais pessoais” disse o especialista da Poli USP. 

Leia na íntegra aqui.