Estudo aponta que a extensão da malha cicloviária de São Paulo equivale a 37,8% da meta prevista

A Nota Técnica “Políticas Públicas, Cidades e Desigualdades” apontou que a extensão da malha cicloviária na cidade de São Paulo equivale a 37,8% da meta prevista para 2028 pelo Plano Diretor Estratégico (PDE) de 2014. O estudo ainda mostrou que em regiões onde a população possui renda mais baixa são menos contempladas infraestrutura cicloviária. O trabalho foi produzido por pesquisadores do Centro de Estudos das Metrópole (CEM), sediado no Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) e na FFLCH-USP. A professora Mariana Giannotti, da Escola Politécnica (Poli) da USP, foi uma das pesquisadoras do estudo.

Acesse aqui a nota.