Grupo de acolhimento da Poli

Sejam bem-vindos!

Um dos papéis centrais da Universidade é o de proporcionar a todos seus integrantes condições propícias para que cada um possa, individual e coletivamente, desenvolver o seu potencial, aprimorar seus conhecimentos e, de um modo mais amplo, reforçar as possibilidades de convívio com seus pares e com todos integrantes da comunidade.

Ingressar na Escola Politécnica sempre foi um desafio, ao se defrontar com uma miríade de disciplinas muito distintas, no que diz respeito ao conteúdo e na maneira como são apresentadas. Os estudantes sempre tiveram que construir os seus caminhos para conseguir ter sucesso. Como em todo caminho, muitas dificuldades se apresentam; muitas vezes, é necessário buscar caminhos alternativos e fazer frente a momentos de insucesso, seguidos de angústia e desolação. Por outro lado, em muitos momentos, a construção de relações de amizade, de companheirismo e de solidariedade, se torna a tônica principal. Aprender a ser engenheir@ não significa apenas conseguir avaliações positivas nas diferentes disciplinas e fazer um bom trabalho para finalizar o curso. Há muito mais nesta trajetória; isto precisa ser valorizado e cultivado. 

Muitos trazem seus talentos, seus desejos e sonhos! O mais importante é que desenvolvamos, cada vez mais, as possibilidades para que aconteçam. A Escola já propicia condições para tal, mas há muito o que ser melhorado e aprimorado. Isto também depende de vocês que estão chegando, através de vossas ações para que os cenários existentes possam sempre ser aprimorados.

Em tempos de pandemia, os desafios a enfrentar se exacerbaram! O convívio é ainda mais precário, a construção de soluções conjuntas ficou mais difícil, o isolamento de todos se tornou um fato em nossas vidas, incluindo a vida na Universidade. Descobrir modos para superarmos tudo isto, através de diferentes ações que favoreçam o convívio é o nosso projeto!

Acolhimento integral do estudante como parte da política de valorização da vida estudantil

Por Gerson Y. Tomanari, superintendente de Assistência Social (SAS) da USP, Antonio C. Marques, professor do Departamento de Zoologia da USP, e Marcia C. Bicego, professora do Instituto Oceanográfico da USP

Conheça o projeto Estou na Poli!

O Projeto “Estou na POLI!” visa melhorar o processo de integração dos novos alunos, alunos veteranos e professores da Poli – processo nunca fácil, tendo em vista as diferenças profundas na vida que acontecem na passagem do ensino médio ou técnico para o mundo do ensino superior e, em especial, para a Poli.

O projeto tem duas vertentes: 

  1. A disponibilização de aulas gravadas para os ingressantes na POLI desde o dia em que sai a primeira lista da Fuvest e a lista do SISU, com conteúdo que possa ajudar a atravessar a distância entre o Ensino Médio (tradicional ou profissionalizante) e o começo da POLI, principalmente com conteúdo de cálculo e física integrados. Essas aulas foram gravadas especialmente para o projeto. Infelizmente, não foi possível expandir os conteúdos porque, a partir de março de 2020, dada a pandemia de Covid-19, tivemos de suspender as gravações, que utilizavam equipamento localizado na POLI. Mas o conteúdo disponível já ajudou os ingressantes de 2020 e está disponível para os ingressantes de 2021.
  2. A segunda vertente é o Programa de Tutoria Acadêmica da POLI, envolvendo alunos veteranos que, voluntariamente, serão tutores de um grupo de ingressantes, e docentes, que darão suporte aos alunos tutores. O projeto conta com uma consultoria profissional em psicologia para sua estruturação. O processo de tutoria traz uma perspectiva de contato maior dos veteranos com os novos ingressantes. Consideramos que a visão dos alunos é a maneira mais fácil de explicar o que é a vivência e a experiência POLI para os calouros. Cada ingressante na POLI em 2021 terá um aluno ou aluna veteranos como seu tutor, que pode ajudar os novos ingressantes com questões cotidianas da POLI: desde como estudar e se preparar para provas, obter material de apoio, até saber sobre grupos de extensão (o que será isso?), os agrupamentos de arte e cultura, as entidades estudantis. Na volta da pandemia, quando pudermos todos voltar à POLI física, entender os prédios, onde está o que, os restaurantes, o CEPE, tudo o que o campus proporciona… O veterano é um aluno que, tendo sido um dia ingressante, sabe mais do que ninguém como o ingressante sente e de que tipo de apoio precisa. Os tutores terão, por sua vez, respaldo de docentes da POLI, sempre que for necessário.  A duração é de um ano, até que venham os alunos de 2022, mas esperamos que os relacionamentos estabelecidos durem mais que isso. O que se quer é que ninguém se sinta sozinho na pela sua  jornada na POLI e que esta jornada seja o mais prazerosa possível…
 

Dúvidas e outras informações, entre em contato com o Serviço de Graduação pelo e-mail secao.alunos@poli.usp.br.

Acompanhe a Poli nas redes sociais!

Print Friendly, PDF & Email