Politécnico funda empresa especializada no desenvolvimento e fabricação de drones

A Xmobots é uma empresa brasileira que cria aeronaves não tripuladas para aplicações de engenharia, agronomia e topografia.

Tendo a inovação tecnológica como grande interesse desde a graduação, o politécnico Giovani Amianti usou seu interesse na área para fundar a Xmobots, empresa especializada no desenvolvimento e fabricação de drones. Formado em Engenharia Mecatrônica pela Escola Politécnica (Poli) da USP, o hoje CEO da empresa conta que seu entusiasmo pelo ramo surgiu em 2004, quando estava no final da graduação. Pouco tempo depois, voltou à Poli já com um projeto inicial de um dos seus futuros drones para seu mestrado. O engenheiro conta que os estudos na Poli forneceram o alicerce para o desenvolvimento dos projetos e a idealização do que hoje é a Xmobots.

A Xmobots foi fundada oficialmente em 2007 por um grupo de mestrandos da Poli, nascendo dentro do Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia da USP (Cietec-USP). Hoje, a sede da empresa é em São Carlos, segundo pólo aeronáutico de São Paulo. “Apostamos todas as nossas fichas na inovação devido ao grande desenvolvimento da indústria nacional de base tecnológica, o setor do agronegócio, por exemplo, ganhou um grande aliado capaz de garantir maior produtividade nas lavouras: os Vants (Veículos Aéreos não Tripulados), também conhecidos mundialmente como drones”, conta Amianti. 

Empresa brasileira especializada em Aeronaves Remotamente Pilotadas (RPAs) para mapeamento, a Xmobots possui quatro modelos em seu portfólio:  Nauru 500C, Arator 5B, Echar 20D e Apoena 1000B (aeronave de 32 quilos que ficou conhecida como o primeiro avião não tripulado a sobrevoar a Amazônia). Todo o processo, desde a pesquisa, passando pelo desenvolvimento de mecânica, hardware e software presente nos drones, até a instrução de pilotagem e manutenção, é feito pela Xmobots. 

“Estamos trabalhando em novos projetos para atender as demandas dos principais setores de usuários dos equipamentos como agricultura, segurança e agropecuária. A Xmobots é a primeira empresa de drones a ultrapassar a marca de 100 funcionários no Brasil e nossa expectativa para 2020 é triplicar a equipe”, conclui Giovani Amianti. 

Giovani Amianti, politécnico e fundador da Xmobots. Foto: Arquivo pessoal.