Professores apresentam nova edição da disciplina de graduação: “Empreendedorismo e inovação na Engenharia”

(Imagem: reprodução)

Na manhã desta sexta-feira, 16 de abril, tiveram início na Escola Politécnica (Poli) da USP as aulas da disciplina Empreendedorismo e Inovação em Engenharia (PMI3817), que neste ano será realizada remotamente. A disciplina é resultado de uma cooperação entre a Poli, seu Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo da Poli (PMI), e a Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia, que fez uma parceria com a equipe da aceleradora de startups PoliStart para viabilizar e expandir o projeto. 

A aula de abertura do curso teve a participação dos professores responsáveis, Antonio Rafael Namur Muscat e Giorgio de Tomi, da diretora e professora da Poli, Liedi Bernucci, e do ex-diretor, professor José Roberto Castilho Piqueira. 

A disciplina foi inaugurada no ano passado, com 27 alunos e a formação de 5 startups. Neste semestre, com a expansão do projeto, contará com a participação de 150 alunos, de todas as áreas e  aproximadamente 30 startups serão formadas. No curso, além das aulas teóricas e das atividades de validação das startups no mundo real, Politécnicos que já fundaram startups ou atuam com destaque no ecossistema coloboram compartilhando suas histórias em palestras  com os alunos.

O professor Giorgio di Tomi, do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo da Poli, começou agradecendo e parabenizando a todos os alunos que se inscreveram na disciplina. “Do meu ponto de vista é uma matéria muito importante, quero dar meus parabéns pra vocês que se inscreveram na disciplina. Temos uma equipe grande de monitores. Agradeço a diretoria da Poli, FDTE (Fundação para o desenvolvimento tecnológico da engenharia) e do grupo Poli Start por todo apoio à disciplina. Além disso, agradeço também a todas as empresas que nos apoiam como o Itaú, Cubo, Accenture e IBM, empresas líderes em inovação e no ecossistema de startups”. 

A diretora Liedi agradeceu pelo convite ao professor Tomi, que em suas palavras “Está sempre à frente para ajudar a Escola”. Aos ingressantes matriculados na disciplina, ela pontuou: “É um grande prazer saber que os alunos estão estão se inscrevendo. O futuro está aí! Estudar o empreendedorismo é o futuro. Inovar é algo que precisamos para ser competitivos. Espero o sucesso de todos. Que vocês sejam os unicórnios do futuro”.

Coordenadores do projeto são os professores da Poli Giorgio De Tomi e Rafael Muscat, juntamente com Rubens Approbato (CEO Poli Angels), Carlos Fenerich (Poli Angels) , Jose Renato  Mannis (Poli Angels)⁩, Eduardo Saorim⁩ (FDTE) e 8 monitores, alunos da Poli que fizeram a disciplina no semestre passado.

Ao final da disciplina, os alunos estarão aptos a montar uma startup com plano de negócios estruturados e validado; comunicar os pontos de destaque de duas startups de forma sintética e objetiva; colaborar em equipe para desenvolver um novo negócio; comunicar-se como cliente e como o mercado  e enfrentar os desafios e obstáculos comuns na formação de startups de sucesso. 

Confira o link para o programa da disciplina aqui.