USP testará protótipos que irão compor projeto de Cidades Inteligentes e Internet das Coisas

O campus da USP Butantã será o campo de provas para projetos-piloto de Internet da Coisas (IoT – Internet of Things, em inglês) sobre segurança e mobilidade urbana que vêm sendo desenvolvidos pelo Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC). “A ideia é transformar o campus numa espécie de ‘bairro experimental’ onde serão testadas tecnologias de internet das coisas instaladas em semáforos e em automóveis”, explica o professor Marcelo Zuffo, da Escola Politécnica (Poli) da USP e conselheiro científico-tecnológico dos dois projetos. 

A iniciativa que leva o nome de Projeto Cidades Inteligentes, instalará ainda neste primeiro semestre na Cidade Universitária, dois semáforos inteligentes e serão equipados pequenos computadores capazes de processar grandes quantidades de informações. 

“Esta é uma aplicação de computação de borda, na qual um pequeno computador é incluído no semáforo que passa a ser capaz de controlar o momento de abertura e fechamento do semáforo. Ao invés de focar exclusivamente no fluxo de carros, os semáforos propostos no projeto vão priorizar a segurança dos pedestres”, descreveu a professora Laisa Costa De Biase, coordenadora dos projetos pela LSI-TEC.

Leia a matéria do Jornal da USP na íntegra.

Print Friendly, PDF & Email