Notícias

Pesquisador indica fatores de sucesso para redes de franquias

Estudo realizado na Escola Politécnica da USP levanta alguns dos fatores de influência quanto ao crescimento e expansão de redes de franquia.

Com expectativa de crescimento em 2012 em torno de 15% em relação a 2011, ano em que o faturamento chegou a 86 bilhões de reais, o setor de franquias brasileiro vive uma já duradoura fase de crescimento, com média de 13% ao ano há pelo menos uma década. Mesmo assim, investidor que se preze, antes de apostar em nova empreitada, quer o máximo de garantias de que vale a pena expandir seu negócio para esta modalidade de comércio, conhecer antes as vantagens e os riscos. A pesquisa do administrador de empresa Eugênio José Silva Bitti para seu doutorado em Engenharia de Produção na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP) se transformou em uma valiosa ferramenta capaz de identificar os motivos de sucesso das redes de franquias.

USP convida voluntários para voar em avião virtual

O novo Centro de Engenharia de Conforto da Poli/USP convida pessoas que já viajaram de avião para colaborar com uma pesquisa inédita que vai ajudar a melhorar o conforto das aeronaves. Os interessados irão embarcar em um simulador de voo idêntico a um avião, construído na Escola Politécnica.

Para participar, é preciso enviar uma mensagem para conforto@usp.br ou se cadastrar no site http://www.lete.poli.usp.br/confortodecabine.

Pesquisadores da USP lançam grupo de estudos sobre resíduos sólidos

No próximo dia 12 de junho, durante o II Encontro Internacional em Resíduos Sólidos e seus Impactos Socioambientais: Experiências Européias na Gestão de Resíduos, que será realizado na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP), na Capital, pesquisadores de diversas unidades da USP lançarão o Centro Multidisciplinar de Estudos em Resíduos Sólidos (CeRSOL) – que nasce com a proposta de ser um grupo de excelência em pesquisas na área.

A conta de luz vai ficar barata!

convenio-smartgrid-sp-secmeioambiente-poli2
Lucon, Grimoni e Rizek Júnior, na solenidade de assinatura do convênio

Você consegue imaginar que poderá em breve gerar parte da energia que consome e ainda exportar o excedente para seus vizinhos, ganhando de presente um bom desconto na conta de luz no fim do mês? Pois esta situação começa a ganhar cada vez mais corpo em São Paulo, a partir da de um convênio do governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, com a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP). O compromisso de realizar estudos como tornar real uma situação como esta, foi firmado na última terça-feira, 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, em cerimônia realizada no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo Paulista, na Capital. A Poli foi chamada a integrar este trabalho pela experiência de pesquisa que tem na área, inclusive com projetos com diversas instituições públicas e privadas.

Meio ambiente e sustentabilidade são temas de seminário na Poli/USP

Evento pretende apresentar soluções em reciclagem e manejo de resíduos sólidos

A Escola Politécnica realizará, no dia 22 de junho, o Seminário Reciclagem e Valorização de Resíduos Sólidos. O evento, já na sexta edição, reúne grande número de palestrantes para discutir e apresentar projetos atuais de reciclagem e preservação do meio ambiente, bem como processos que envolvam sustentabilidade ambiental.