Santos sedia a quinta edição de Workshop de Petróleo da USP

Capítulo Estudantil SPE da USP realiza evento com forte interação com profissionais da indústria de óleo e gás

A quinta edição do Workshop do Petróleo da USP, promovido por estudantes do curso de Engenharia de Petróleo da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, começou na manhã desta segunda-feira, dia 6 de novembro, em Santos, SP, e vai até a próxima quinta-feira (09/11). O evento é organizado pelo Capítulo Estudantil SPE da USP, organização estudantil ligada à Society of Petroleum Engineers (SPE), uma associação de profissionais da indústria de óleo e gás. A programação conta com diversas palestras técnicas de profissionais de diferentes segmentos da indústria, e atende ao objetivo do Capítulo de apresentar aos futuros engenheiros um panorama do mercado no qual deverão atuar. 

A abertura do evento foi realizada pelo professor Giorgio de Tomi, chefe do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo da Escola, que ressaltou a relevância da atuação social e excelência técnica dos alunos que atuam no Capítulo, que neste ano recebeu o “2017 Outstanding Student Chapter Award”, o mais alto reconhecimento concedido pela organização aos segmentos estudantis.

Tomi destacou que o formato do Workshop propicia a interação dos estudantes com diversos setores da indústria de petróleo, e ajuda a prepará-los para, a longo prazo, poderem atuar como gestores, pensando na matriz energética do futuro. O professor acredita que este tipo de evento ajuda a academia a estreitar os laços com a indústria, para que seus representantes reconheçam na universidade um caminho para encontrar soluções para seus problemas.

“Quero que vocês vejam a Escola Politécnica como um parceiro para resolver os desafios de curto e longo prazo da indústria, em seus muitos aspectos. Estamos aqui para contribuir com o setor”. O docente concluiu ressaltando a excelência da Escola Politécnica da USP na área de ciência, tecnologia e inovação, destacando os reconhecimentos recebidos pelo departamento, como a premiação de uma tese no Prêmio Capes de Tese 2017, a excelente colocação do curso de Engenharia de Minas nos rankings internacionais, estando entre os 25 melhores do mundo de acordo com a classificação  da Quacquarelli Symonds. 

Outras informações sobre o evento no link.