Número de passageiros de ônibus em Fortaleza caiu 53% em seis anos

A demanda pelo transporte público caiu a menos da metade em seis anos, na cidade de Fortaleza. Ao mesmo tempo, o valor da tarifa de ônibus aumentou em 63,4%. Intensificado pela pandemia de covid-19, que designa o distanciamento social, a crise causou a perda de poder aquisitivo da população que mais o utilizava e que teve dificuldade para custear as tarifas diariamente. Especialistas apontam ainda a perda de competitividade do transporte público, por conta da facilidade em se adquirir carros e motos nas últimas décadas, além da propagação da utilização de transportes por aplicativos.

“Para custear isso, a tarifa não resolve. Nem Paris é assim, muito menos em São Paulo ou em Fortaleza. Os usuários de transporte coletivo não podem ser a única fonte de financiamento deste custo”, afirma Mauro Zilbovicius, professor do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica (Poli) da USP.

Leia a matéria na íntegra.