Entenda o que é o volume morto de usina hidrelétrica e se ele pode gerar energia

A crise hídrica no Brasil reflete o movimento de redução do volume das barragens das usinas hidrelétricas, principais geradoras de energia no país. No entanto, nem toda a água armazenada é utilizada para a geração de energia: existe o chamado volume morto. O termo e utilidade, popularizado em 2014 devido à crise hídrica que atingiu São Paulo, quando foi necessário o uso do volume morto do sistema Cantareira para abastecimento de água, é apontado por especialistas como problemático.

“O volume morto seria um volume que não é útil, que não contribui para o uso efetivo da água”, diz Arisvaldo Méllo, professor da Escola Politécnica (Poli) da USP. Segundo Méllo, isso não significa que o volume morto de uma barragem não possua utilidade, pelo contrário, ele é utilizado principalmente para acomodar sedimentos –  pedaços sólidos e outros grânulos que são trazidos pelo movimento da água.

Leia a matéria da CNN Brasil na íntegra.