arquivo-em-foco

Risco controlado

Há mais de 30 anos pesquisadores da Poli trabalham para desenvolver metodologias de segurança e análise de riscos de sistemas automatizados em transporte coletivo.

Experiência tupiniquim

A experiência das multinacionais brasileiras em território estrangeiro, objeto de pesquisa da Escola Politécnica, deve auxiliar outras companhias a ingressarem no mercado internacional.

Chamado do coração

Aparelho celular desenvolvido por pesquisadores da Poli/USP monitora os batimentos cardíacos e pode identificar alterações do funcionamento do órgão, como arritmia ou infarto.

Webbee deu origem a outras redes de informação sobre polinizadores

Criada em 1999 por solicitação do Laboratório de Abelhas do Instituto de Biociências da USP, a Webbee deu origem a diversos outros projetos de redes virtuais de informações sobre a biologia e os habitats de abelhas. O primeiro deles foi o Vinces, um consórcio de laboratórios de pesquisa, integrante do programa Tidia-Kyaterra, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Coração artificial

Poli participa do desenvolvimento de dispositivo elétrico que auxiliará pacientes que aguardam por transplante do órgão.