Professora Adriana Alves, do Instituto de Geociências (IGc), assume a coordenação do Escritório USP Mulheres 

Desde o dia 6 de outubro de 2021, a geóloga e professora do Instituto de Geociências (IGc) da USP, Adriana Alves, responde pela coordenação do Escritório USP Mulheres. Ela substitui a socióloga Maria Arminda do Nascimento Arruda, professora titular da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP, que estava na coordenação desde 2019, e se licenciou do cargo até o fim de novembro deste ano.

Adriana Alves é a quarta professora a assumir o posto. No ano de 2015, a professora Lilia Blima Schraiber, da Faculdade de Medicina (FM), coordenou as discussões e os trabalhos de formulação do Escritório USP Mulheres. Após a instituição formal, o Escritório foi coordenado de 2016 a 2019 pela socióloga Eva Alterman Blay, professora emérita da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH).

No IGc, Adriana Alves ministra disciplinas de graduação e pós-graduação na área de Mineralogia e Petrologia, e lidera grupo de pesquisa dedicado à quantificação de voláteis associados ao vulcanismo antigo do Brasil e seus potenciais efeitos climáticos. Ela também preside a Comissão de Ética e Direitos Humanos do Instituto de Geociências (IGc) e se dedica a lutar contra o racismo na ciência. 

Nos anos de 2020 e 2021, participou como palestrante e organizadora das duas primeiras edições do evento USP Mulheres Negras Latino-Americanas e Caribenhas, voltado à discussão das políticas institucionais das universidades e a trajetória das mulheres negras. Atualmente, elabora com a equipe do Escritório USP Mulheres um programa de pós-doutorado voltado a pesquisadoras negras.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Escritório USP Mulheres – USP.