Histórico

A modalidade de Graduação Quadrimestral, também chamada de Educação Cooperativa, foi implantada na Escola Politécnica em 1989, sendo oficialmente reconhecida pelo Ministério da Educação e do Desporto, atualmente Ministério da Educação, através da Portaria nº 146, de 22 de fevereiro de 1995.

Pioneiro no País, o formato adotado foi baseado no modelo praticado na Universidade de Waterloo, no Canadá. Os cursos cooperativos representaram uma inovação no ensino de Engenharia no Brasil, trazendo uma contribuição para o desenvolvimento acadêmico e tecnológico do País.

A principal característica do ensino cooperativo é a de intercalar módulos acadêmicos com módulos de estágio, nos quais ou o aluno se dedica integralmente às atividades escolares, ou às atividades de estágio em empresas e indústrias.

Essa modalidade de ensino traz vantagens para o aluno, que adquire vivência no mercado de trabalho; para a universidade, que otimiza seus recursos físicos; e para a empresa, que pode selecionar com maior facilidade seus futuros profissionais.