Semana de Iniciação Científica traz possibilidades de pesquisa dentro do PCS

pcs

A Iniciação Científica (IC) é a possibilidade do aluno de graduação desenvolver uma pesquisa dentro da universidade, bem como se aproximar da área acadêmica. Para mostrar essas oportunidades aos alunos, foi realizada no PCS a II Semana de Iniciação Científica, na qual os diversos laboratórios e grupos de pesquisa do Departamento puderam ser apresentados aos estudantes.

A IC traz para o aluno uma formação adicional, e direciona um possível interesse pela área acadêmica. Outro ponto é a melhora do currículo, visto que diversas empresas valorizam essa experiência a mais na universidade. Além disso, para quem pretende fazer intercâmbios pela USP, Duplo-Diplomas, e até no Ciência sem Fronteiras, ter feito uma IC costuma ajudar ou ser pré-requisito no processo seletivo desses programas.

Quem possuir interesse deve entrar em contato com algum docente que esteja disposto a desenvolver a sua pesquisa com o auxílio de um aluno da graduação. Após escolha do professor, as inscrições para a IC dos alunos selecionados deverão ser realizadas pelo orientador na agência de fomento escolhida. Até o dia 30 de abril, estão abertas as inscrições para bolsa pelo Programa de Iniciação Científica (PIC) e Programa de Iniciação Tecnológica (PIBITI), ambos da USP. Eles oferecem bolsas no valor de R$ 400, e têm vigência de agosto de 2014 até julho de 2015.

Como requisitos básicos para receber o benefício, o aluno não pode ter vínculo empregatício durante a pesquisa e possuir um currículo atualizado na plataforma Lattes. Quando se consegue a bolsa, deve-se fazer relatórios parciais e um final, assim como apresentar a produção científica em forma de pôster ou apresentação oral no Siicusp (Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP).

O PCS possui 12 Laboratórios e Grupos de Pesquisa que podem disponibilizar vagas para os alunos interessados em fazer uma IC. São eles:

Laboratório de Automação Agrícola (LAA), que tem como objetivo a aplicação de tecnologia da informação (TI) a atividades ligadas ao agronegócio e ao ambiente, modelagem de dados de biodiversidade e redes de sensores para monitoramento agrícola.

Coordenação: professor Carlos Cugnasca (carlos.cugnasca@poli.usp.br“>carlos.cugnasca@poli.usp.br).

Laboratório de Arquitetura e Computação de Alto Desempenho (LAHPC) estuda a programação voltada a ambientes de processamento paralelo e distribuído, bem como o desenvolvimento de clusters, grids e nuvens computacionais, e também avalia o desempenho em sistemas distribuídos.

Coordenação: professora Liria M. Sato (liria.sato@poli.usp.br“>liria.sato@poli.usp.br).

Laboratório de Arquitetura e Redes de Computadores (LARC) desenvolve pesquisas voltadas a redes, como a Internet, transmissão de alta velocidade, redes móveis e sensores, computação em nuvem; segurança, caso da criptografia e construção de sistemas seguros; multimídia, na transmissão de áudio, vídeo e interatividade e no projeto e otimização de hardwares.

Coordenação: professor Marcos Simplicio (mjunior@larc.usp.br“>mjunior@larc.usp.br).

Grupo de Sistemas Complexos (GSC) desenvolve pesquisas em sistemas envolvendo componentes diversos e autônomos, porém inter-relacionados e interdependentes, além de estudar processos, métodos, técnicas e padrões arquiteturais que permitam desenvolver sistemas computacionais mais confiáveis, protegidos e seguros.

Coordenação: professor Kechi Hirama (kechi.hirama@poli.usp.br“>kechi.hirama@poli.usp.br).

Laboratório de Técnicas Inteligentes (LTI) estuda a área de Inteligência Artificial, no que diz respeito à robótica móvel e aprendizado de máquina, modelagem de ambientes com múltiplos agentes e visão computacional para identificação de padrões.

Coordenação: professora Anarosa Brandão (anarosa.brandao@poli.usp.br“>anarosa.brandao@poli.usp.br).

Laboratório de Tecnologias Interativas (Interlab) desenvolve pesquisas nas áreas de entretenimento digital, no caso da TV, jogos, por exemplo, realidade virtual e realidade aumentada e tecnologias interativas aplicadas à educação.

Coordenação: professor Ricardo Nakamura (ricardo.nakamura@poli.usp.br“>ricardo.nakamura@poli.usp.br).

Laboratório de Engenharia de Conhecimento (Knoma) desenvolve estudos voltados à inteligência computacional, interface homem-máquina e gerenciamento de projetos como a automação e racionalização de processos e a construção de bibliotecas digitais.

Coordenação: professor Edson S. Gomi (gomi@usp.br“>gomi@usp.br).

Laboratório de Sustentabilidade (Lassu) desenvolve pesquisas voltadas a disseminar conhecimento e formar pessoas em soluções para questões de sustentabilidade usando Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC).

Coordenação: professora Tereza Cristina Carvalho (terezacarvalho@usp.br“>terezacarvalho@usp.br).

Laboratório de Sistemas Abertos/ Smart Lab (LSA) estuda a integração de sistemas, com foco principal em automação, como nas plataformas para testes de serviços de Internet do Futuro e soluções para colaboração entre diversas universidades de diferentes países.

Coordenação: professor André R. Hirakawa (andre.hirakawa@poli.usp.br“>andre.hirakawa@poli.usp.br).

Grupo de Análise de Segurança (GAS) estuda a confiabilidade e segurança de sistemas computacionais críticos, ou seja, projetos em setores nos quais falhas podem levar a danos a vidas humanas, meio ambiente e perdas materiais.

Coordenação: professor João Camargo (joaocamargo@usp.br“>joaocamargo@usp.br).

Laboratório de Tecnologia de Software (LTS) desenvolve projetos voltados à engenharia de software e banco de dados.

Coordenação: professor Jorge Risco Becerra (jorge.becerra@poli.usp.br“>jorge.becerra@poli.usp.br).

Núcleo de Pesquisa em Biodiversidade e Computação (Biocomp) é um Núcleo de Apoio à Pesquisa (NAP) interdisciplinar, que tem como objetivo estudar redes de sensores aplicadas à agrobiodiversidade, caracterização e estudo biológico e computacional de forma, comportamento e comunicação em seres vivos, identificação de espécies e interações biológicas, entre outras pesquisas.

Coordenação: Antonio Mauro Saraiva (antonio.saraiva@poli.usp.br“>antonio.saraiva@poli.usp.br).

Por Bruna Rodrigues | Jornalismo Júnior (ECA – USP)