Poli participa da Virada Científica da USP

Entre os destaques da programação está palestra sobre os desafios da engenharia do século XXI, a ser ministrada pelo professor Piqueira

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) vai participar da primeira edição da Virada Científica, evento promovido pela USP em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI). A Virada Científica terá 24 horas de duração, com início às 8h do dia 11 de outubro. A programação conta com mais de 100 atividades, das quais um dos destaques é a palestra “A multidisciplinaridade e a engenharia do séc. XXI”, do professor José Roberto Castilho Piqueira, diretor da Poli.

“O engenheiro do século XXI precisa ter uma gama de conhecimentos mais ampla e ir além dos conhecimentos próprios da engenharia. Só assim ele estará integrado às necessidades que surgem”, diz o professor Piqueira. Segundo ele, o profissional bem sucedido terá que agregar saberes de áreas como ciências humanas e biologia, além de compreender a multiplicidade cultural e religiosa e falar mais de uma língua. Essa necessidade de ampliar o leque de conhecimentos é cada vez mais latente na engenharia e será o foco da palestra.

Entre os exemplos dessa necessidade de ampliação dos saberes estão dois grandes problemas do século: as questões da água e energia. Além dos fundamentos de engenharia, o profissional tem que dominar ainda conceitos de sustentabilidade e até mesmo entender de biologia. “Além disso, cada vez mais o engenheiro vai trabalhar em empresas globalizadas, com projetos em outros países. Para isso, ele precisa dos conhecimentos gerais”, diz Piqueira.

Segundo o professor, a Poli já vem se preparando para essas mudanças. A nova estrutura curricular, por exemplo, estimula o aluno a cursar disciplinas extras em outras unidades da USP. “O estudante recebe o fundamento da engenharia, mas pode ter aulas na Matemática ou na História, por exemplo”, conta Piqueira.

Outras atividades – Além da palestra do professor José Roberto Castilho Piqueira, a Poli leva ainda outras três atividades à Virada. Estão na programação um tour guiado para o Tanque de Provas Numérico, o Centro Internacional de Referência em Reuso de Água (Cirra), os laboratórios de robótica e computação e o simulador de uma cabine de avião. Essas atividades exigem inscrição prévia pelo site do evento www.prceu.usp.br/viradacientifica, a partir do dia 2 de outubro. Haverá ainda demonstração do MiniBaja, na rua ao lado do prédio da Engenharia Mecânica, com sessões às 12h e 14h, e apresentação das pesquisas da Poli, das 9h às 17h, no interior desse mesmo prédio.

Acadêmica Agência de Comunicação – www.academica.jor.br