Programa Poli Cidadã realiza Oficina de Carrinhos de Rolimã

O Programa Poli Cidadã realizou, em parceria com o Centro Acadêmico da Mecânica (CAM), a 4a edição da “Oficina de Carrinhos de Rolimã” nos dias 18 e 19 de outubro, nas salas de aula dos departamentos de Engenharia Mecânica e Mecatrônica da Escola Politécnica da USP. Os objetivos centrais da Oficina são os de realizar integração entre as comunidades vizinhas, da USP e da São Remo, despertar nos jovens interesse e vocações pela área técnica, e ampliar a sensibilidade social de estudantes, professores e funcionários da USP.

Nesta 4a edição, 17 meninos e meninas de 10 a 14 anos foram selecionados a partir da Escola Estadual Emygdio Barros. Como 30 estudantes da Poli-USP, das habilitações Engenharia Mecânica, Mecatrônica e Elétrica, atuando como monitores, e também dedicados à infraestrutura, foram formadas cinco equipes. Cada uma delas projetou em um diário, reconheceu ferramentas e materiais disponíveis, e fez desenhos e contas simulando uma atividade de engenharia para fabricar os carrinhos. A presença do gênero feminino foi marcante nesta atividade, com 50% do total dos mais jovens, e cerca de 30% dos monitores da engenharia.

A Fundação para o Desenvolvimento da Engenharia (FDTE), a ASHRAE e a Escola Politécnica da USP e o CAM patrocinaram materiais, ferramentas e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para todos trabalharem. No início dos trabalhos a foi feita uma apresentação sobre a importância dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI), ensinando a trabalhar com equipamento de proteção. Cada criança e cada monitor receberam um Jaleco de proteção, óculos de segurança, luvas e máscaras para usarem quando estivessem serrando a madeira.

Uma parceria com a Faculdade de Odontologia trouxe 11 estudantes que integraram-se nas atividades, realizando uma palestra sobre saúde bucal, acompanhamento com orientação individual sobre escovação após um almoço coletivo no restaurante do COSEAS, e também um exame e aplicação de flúor.

Ao final da Oficina, houve uma conversa com as crianças convidando-as a pensar no futuro, visando motivá-las a estudar em escolas técnicas, mostrando que o estudo vale a pena e possibilita desenvolver um projeto, fabricar uma peça, e que seguir uma carreira ligada à área técnica pode ser uma possibilidade. As crianças da Comunidade São Remo foram estimuladas a estudar em uma escola técnica como o SENAI ou em Escolas Técnicas (ETEC) através de folheto específico preparado anteriormente e entregue junto com certificado.

Os carrinhos estão em exposição no saguão do prédio da Mecânica, Mecatrônica e Naval até 10/11, e serão testados pelas crianças na corrida que será realizada no dia 8. Imagens desta experiência podem ser encontradas no site do Programa Poli Cidadã.