Pela primeira vez em quase 127 anos, Congregação da Poli-USP é realizada remotamente

Reunião foi realizada nesta quinta-feira, 19 de março, utilizando recursos online. Participaram mais de 110 membros da Congregação, público superior ao da média das últimas reuniões 

A USP é uma universidade muito grande, com 42 unidades de ensino e pesquisa. As decisões importantes de cada uma dessas unidades são tomadas em várias instâncias, entre conselhos e reuniões, e a mais importante delas é a Congregação. Essas reuniões são tão importantes que a Escola Politécnica (Poli) da USP, por exemplo, mantém os registros das Congregações desde a sua fundação, em 1893.

Com a crise gerada pela propagação do COVID-19, que mudou a rotina da USP e de toda a sociedade, a reunião da Congregação da Poli, que estava programada para a tarde deste dia 19 de março de 2020, foi realizada de forma inédita – remotamente. A equipe responsável pela realização da Congregação, o Serviço de Órgãos Colegiados, junto ao setor de informática, trabalhou intensamente desde a segunda-feira, 16 de março, para viabilizar tanto a transmissão via internet e a conexão dos integrantes, como um sistema para que os ítens da pauta fossem votados. A reunião foi realizada por meio do Google Hangouts Meet, ferramenta disponível na plataforma G-Suite for Education.

Os esforços valeram a pena, e mais de 110 membros, entre alunos, professores e funcionários, conseguiram acompanhar a reunião. Participaram presencialmente apenas a diretora da Poli, professora Liedi Bernucci, o vice-diretor, Reinaldo Giudici, e os funcionários Álex Eduardo Guerlando, do Serviço de Apoio Educacional, Michele Dias dos Santos, do Serviço de Órgãos Colegiados e Concursos, Rafael Mattos, do Serviço de Informática, e a chefe de gabinete, Enaége Dalan Sant’Ana.