Docente da Poli desenvolve sistema para segurança de reatores nucleares

Pesquisa foi conduzida por Claudio Ruggieri, do Departamento de Engenharia Naval e Oceânica, e Robert Dodds, da Universidade de Illinois.

Um novo modelo que aprimora o sistema de avaliação da integridade estrutural do vaso de pressão, equipamento que aloja o núcleo do reator nuclear, foi desenvolvido pelo professor doutor Claudio Ruggieri, do Departamento de Engenharia Naval e Oceânica da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), em parceria com o docente Robert H. Dodds, da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos.

O vaso de pressão, que aloja o núcleo do reator, é o componente estrutural mais crítico do sistema PWR (pressurized water reactor ou reator de água pressurizada), utilizado nas usinas nucleares de Angra dos Reis e no futuro submarino de propulsão nuclear da Marinha do Brasil.

Nesse sistema, a água empregada para moderar a reação de fissão nuclear do urânio, contida no circuito primário, aquece a água presente no circuito secundário, para gerar o vapor que aciona a turbina elétrica. E o vaso de pressão constitui a principal barreira de contenção metálica da água que flui sob alta pressão no circuito primário.

O sistema desenvolvido por Ruggieri e Dodds foi premiado como o melhor trabalho apresentado no congresso da American Society of Mechanical Engineers realizado na Califórnia, em 2014. Ruggieri contou com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). A reportagem completa sobre o projeto pode ser conferida no endereço http://agencia.fapesp.br/modelo_que_avalia_a_seguranca_de_reatores_nucleares_e_premiado_nos_estados_unidos/21564/

(Agência Fapesp)