Equipe de robótica da Poli conquista prêmios em competições internacionais

A ThundeRatz participou de dois torneios, um nos Estados Unidos e outro na China, conquistando três medalhas, duas delas de ouro.

A ThundeRatz, equipe de robótica da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), conquistou duas medalhas – ouro e bronze – na RoboGames, realizada nos Estados Unidos, e uma de ouro, obtida na disputa da FMB World Cup, na China. A RoboGames é uma das principais competições internacionais de robótica do mundo.

“A experiência adquirida em todas as competições das quais  participamos é muito grande, não só pela troca de conhecimento com outras equipes de grandes universidades, mas também pelo desenvolvimento de habilidades em lidar com a pressão e resolver problemas rapidamente”, afirma Lucas Eder, atual capitão da ThundeRatz.

O grupo contou com o apoio da Poli, do Departamento de Energia e Automação Elétricas (PEA) e da Pró-Reitoria de Pesquisa da USP, além do patrocínio do Fundo Patrimonial Amigos da Poli e das empresas Radiz e Micropress. Para a participação da competição na China, houve o auxílio da própria organização do evento, feita pela empresa chinesa UFBOT.

RoboGames – A RoboGames ocorre anualmente na cidade de Pleasanton, na Califórnia, e é considerada a maior do mundo em categorias e número de competidores. Neste ano, ela foi realizada entre os dias 20 e 23 de abril. Eder conta que a equipe, composta por 11 membros, passou ao todo dez dias na cidade para a preparação e montagem dos robôs.

A ThundeRatz levou 12 robôs para a competição e participou de 13 categorias. Com o Boladinho, nome dado ao androide criado pela equipe, conquistou a medalha de ouro na divisão Kung Fu Humanoid Lightweight – 2Kg. Nela, robôs humanoides de até dois quilos são colocados em um ringue e realizam movimentos diversos a fim de derrubar o adversário. Os juízes contam os pontos para ver quem consegue derrubar o outro, jogá-lo para fora da arena e se manter de pé o maior número de vezes, definindo o vencedor a partir desses critérios.

O grupo também foi premiado na categoria Hockey com o terceiro lugar. Essa divisão é composta por um time de três robôs, de no máximo sete quilos cada, que simulam uma partida do esporte no gelo, e têm como principal objetivo marcar gols na trave adversária.

FMB World Cup – A segunda competição ocorreu na cidade de Nanchang, província de Jiangxi, entre os dias 22 e 24 do mês passado. Quatro membros representaram a equipe e voltaram ao Brasil com o título de campeões da categoria de combate Featherweight, com robôs de 15 quilos. Nela, as equipes desenvolvem seus robôs com sistemas mecânicos projetados para danificar o adversário. Vence quem nocautear o outro, fazendo-o parar de funcionar.

Eder ressalta a importância das competições internacionais para a ThundeRatz. “A equipe sempre volta com novas ideias para aprimorar os sistemas de nossos robôs.Além disso, a participação nas competições aumenta muito a motivação e o conhecimento dos nossos membros, que ainda passam toda sua experiência para os integrantes que estão entrando na equipe agora”, conta.

 (Amanda Panteri).