Engenharia de Segurança do Trabalho

A legislação brasileira na área de segurança no trabalho está cada vez mais rigorosa e tem sido alterada freqüentemente, com a criação de várias novas normas nos últimos anos. Isso exige das empresas a contratação de profissionais altamente especializados e atualizados para atuar no planejamento e implantação de métodos de prevenção e proteção de acidentes e doenças ocupacionais.

A legislação brasileira na área de segurança no trabalho está cada vez mais rigorosa e tem sido alterada freqüentemente, com a criação de várias novas normas nos últimos anos. Isso exige das empresas a contratação de profissionais altamente especializados e atualizados para atuar no planejamento e implantação de métodos de prevenção e proteção de acidentes e doenças ocupacionais.

A legislação brasileira na área de segurança no trabalho está cada vez mais rigorosa e tem sido alterada freqüentemente, com a criação de várias novas normas nos últimos anos. Isso exige das empresas a contratação de profissionais altamente especializados e atualizados para atuar no planejamento e implantação de métodos de prevenção e proteção de acidentes e doenças ocupacionais.

Um dos melhores cursos do País para a formação de pessoal na área é oferecido pela Escola Politécnica da USP, por meio do seu Programa de Educação Continuada (PECE), nas modalidades presencial e à distância. “O objetivo é transmitir conhecimento prático e teórico que permita aos participantes realmente contribuir nos serviços de saúde e segurança do trabalho em suas empresas”, explica o coordenador do curso, professor Sérgio Médici de Eston, docente do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo da Poli. “Como essa área vem ganhando importância dentro das empresas e há poucos profissionais especializados, quem se forma tem um campo aberto para trabalhar”.

Tanto na modalidade presencial quanto à distância, o curso tem duração de dois anos e é dividido em 12 disciplinas, que englobam desde “Legislação e Normas Técnicas” até “Administração Aplicada à Engenharia de Segurança no Trabalho”. Além das matérias, há atividades realizadas no Laboratório de Controle Ambiental, Higiene e Segurança na Mineração (LACASEMIN) da Poli, com demonstrações e manuseio de instrumentos. As aulas práticas são complementadas pela utilização de um laboratório virtual (o software para acesso está incluído no material), que simula situações envolvendo iluminação, calor, ventilação, vibração, ruído e emissão de gases em um ambiente criado em computador.

À Distância – O aluno que opta pelo ensino à distância acompanha o curso por meio de apostilas e pela plataforma Moodle na internet, na qual é desenvolvida a maior parte das atividades. Filmes-resumo (com os destaques dos pontos mais importantes das aulas), testes on-line (que estimulam a memorização), questionários (que valem nota), fórum e chats (para tirar dúvidas com tutores, docentes e compartilhar informações com colegas) são algumas delas.

As atividades propostas nas aulas virtuais têm prazo de 10 dias para serem cumpridas. Ao final de cada aula, há um teste. Uma vez por semestre o aluno precisa vir a São Paulo para fazer provas e participar de atividades presenciais (aulas compactas e de laboratório). A apresentação da monografia, ao final do curso, também é feita na USP.

Tanto na modalidade presencial como à distância, o curso tem duração de dois anos. A carga horária é de 617 horas/aula, sendo 60 em atividades práticas de laboratório. As aulas do curso presencial são ministradas na Escola Politécnica, em São Paulo, às terças, quartas e quintas-feiras, das 19h30 às 22h30. Para ingressar em qualquer um deles, o aluno passa por um processo seletivo, que inclui análise de currículo e eventual entrevista.

 

Mais informações:

PECE

atendimento@pece.com.br.

Tel.: (11) 2106-2400