Confira como foram as apresentações do terceiro dia do SIICUSP

Na manhã de hoje, dia 30 de setembro de 2021, das 9h às 12h, a Escola Politécnica (Poli) da USP realizou o terceiro dia do Simpósio Internacional de Iniciação Científica e Tecnológica da USP (SIICUSP). O Simpósio é um evento anual que objetiva a divulgação de resultados dos projetos de iniciação à pesquisa científica e tecnológica feitos por alunos de graduação da USP. Devido a pandemia de covid-19, a edição de 2021 do SIICUSP acontece totalmente online, por meio de transmissões ao vivo no canal do YouTube da Escola Politécnica.

No terceiro dia, foram apresentados 63 trabalhos de iniciação científica nas áreas das Engenharias de Computação, Energia e Automação Elétricas e Sistemas Eletrônicos e Telecomunicações. As exposições ocorreram em seis salas simultâneas no YouTube. 

Confira ao final do texto os trabalhos que foram apresentados.

Em seguida, foram iniciadas as apresentações dos projetos de iniciação científica nas salas. Nas transmissões, foram exibidos diferentes estudos, sendo que cada exposição durou 10 minutos, nos quais, nos cinco primeiros, o estudante apresentou sua pesquisa e, no restante do tempo, a comissão julgadora, formada por dois professores da Poli, analisava o projeto.

Na sala 10, os trabalhos abordaram temáticas como a condição de interruptores de trilhos ferroviários, sistemas de democracia digital, arquitetura para plataformas de petróleo offshore, projetos para a saúde pública, e estudo de caso do Vale do Ribeira a partir de imagens de satélite. Alguns estudos apresentados foram “Rastreamento Ocular em Ambientes Imersivos de Realidade Virtual”, de autoria de Otávio Henrique Monteiro, e “Treinamento de Classificadores de Aprendizado de Máquina para o Diagnóstico do Glaucoma usando Dados Estruturais e Funcionais”, da aluna Larissa Albuquerque Nogueira.

A sala 11 contou com a apresentação de estudos sobre controle por algoritmo de veículos autônomos, multi-sensor meteorológico, identificação e autorização de sistemas por reconhecimento facial, ferramentas computacionais de observação na Amazônia. As pesquisas “Influência de Variáveis Ambientais e Aerossóis na Distribuição de Espécies na Região de Manaus, Am”, de Renato Okabayashi Miyaji, e “Conversores Modulares Multinível Cascateados- MMCC”, de Thiago Mendes Rodrigues Lima, foram apresentadas nesta sala.

Na sala 12, foram exibidos trabalhos com temas como impactos nas redes elétricas no sudeste, o desenvolvimento de novas experiências no Laboratório de Energia, biodigestor de baixo custo para residências e algoritmo de montagem por alinhamento de DNA. Foram apresentadas as pesquisas “Desenvolvimento De Uma Ferramenta Baseada em Histograma de Gradientes Orientados Para Detecção de Faltas Em Linhas De Transmissão”, de autoria da Mariluce Pereira De Jesus, e “Impactos Técnicos  da Implementação de Geração Distribuída e de Armazenamento  em Redes de Distribuição Elétrica”, do estudante Fabio Andrade Zagotto.

Na sala 13, foram apresentados temas como a construção de módulos cranianos por meio de impressão 3D, sistema de detector de choro de bebê e robô de telepresença remota. Na sala, houve a exibição de algumas pesquisas como “Aprendizagem Transferida Entre Sinais de Música e Voz para Reconhecimento de Emoções”, de William Liaw, e “Desenvolvimento de modelos de simulação para avaliação de deslocamentos urbanos num cenário pós-pandemia”, de Jeniffer do Nascimento Sakai e Rodrigo Pina Bluma.

Na sala 14, houve apresentações que englobaram temas como o robô hospitalar em desenvolvimento no HU, cálculos de frequências naturais e sinalização de rodovias por meio da segmentação de imagens. Foram exibidos os estudos “Coronavírus e Nanotubos de Carbono: Correlações Imunológicas X Possibilidades Imunoterapêuticas”, de autoria da aluna Ana Luiza Moraes Octaviano, e “Classificação de arritmias cardíacas utilizando redes neurais convolucionais”, da estudante Natália Nagata.

A sala 15 apresentou estudos sobre proteção de sistemas elétricos, parâmetros da vetorcardiografia, dispositivo de medição da velocidade do pulso de pressão sanguínea e nanotubos de carbono para tratamento da leucemia. As pesquisas “Regulação da produção de survivinas com nanotubos de carbono e siRNA para tratamento contra o HIV”, de Eduardo Martins Aguiar, e “Avaliação do preenchimento interno de um modelo de osso sintético”, de Nadia Sayuri Nagai, foram apresentadas nesta última sala.

O encerramento do evento contou com falas dos professores responsáveis por cada uma das salas, que agradeceram a presença de todos, em especial aos estudantes inscritos no SIICUSP e professores que participaram desta edição. Assim, concluíram o terceiro dia do SIICUSP com o lembrete de que o Simpósio acontecerá até a sexta-feira, dia 1º de outubro.

 Assista as transmissões das salas do SIICUSP.

Confira a lista de projetos apresentados.