Professor Eitaro Yamane
55 Anos de Dedicação ao Ensino da Engenharia no Brasil

Por Jurandir Itizo Yanagihara e Silvio de Oliveira Junior

O Professor Eitaro Yamane foi, ao longo de mais de cinco décadas de exemplar dedicação à Escola Politécnica, uma referência de engajamento institucional e um modelo de devoção ao ensino de engenharia. Sua morte, ocorrida no dia 17 de agosto de 2020, foi repentina e deixa um sentimento de tristeza em todos nós que o admirávamos.

Ingressou como aluno na Escola Politécnica da USP em 1957. Recebeu o Prêmio Metal Leve de Engenharia Mecânica, como melhor aluno da turma, ao formar-se como engenheiro mecânico em 1961. Trabalhou por quatro anos como engenheiro de geração termelétrica, primeiramente na Light e depois na Brown-Boveri, antes de tornar-se docente em tempo integral no Departamento de Engenharia Mecânica, em 1965. Recebeu o título de Doutor em Engenharia, em 1970, e de Livre-Docente, em 1973, ambos pela Escola Politécnica. As teses trataram de transferência de calor convectiva em escoamento bifásico, no doutorado, e em fluido supercrítico, na livre-docência. São trabalhos que envolvem fenômenos complexos e que continuam atuais. Foi nesta época que iniciou sua longa colaboração com a Universidade de Tóquio, onde realizou parte de seu doutoramento como bolsista do Ministério da Educação do Japão. 

Após tornar-se professor titular em 1986, exerceu o mandato de chefe do Departamento de Engenharia Mecânica em três ocasiões (1986-1988, 1994-1998, 1999-2003). Exerceu a chefia com uma postura sóbria, sempre buscando o interesse coletivo e defendendo enfaticamente o que era o melhor para o departamento. Teve importante papel na criação do curso de Engenharia Mecatrônica, que teve muitos docentes contratados dentre aqueles que terminaram seus estudos doutorais no Japão. 

Teve, ao longo de sua carreira, dedicação exemplar ao ensino, ministrando disciplinas tanto na Graduação quanto na Pós-Graduação. Ele era reconhecido unanimemente pelos seus alunos como um professor com elevada capacidade didática. O rigor de suas avaliações tornou-se lendário. Angariou muitos admiradores, dentro e fora da Escola Politécnica. Participou, como professor de ciências térmicas, da implantação do curso de Engenharia Mecânica da UNICAMP, instituição de onde também procedem muitas manifestações de respeito e admiração por ele. Participou na elaboração do Manual de Termodinâmica e Transferência de Calor (1966), material didático de referência utilizado em vários cursos de engenharia do Brasil, do livro Tecnologia do Condicionamento de Ar (1986), assim como de traduções de livros texto fundamentais tais como Fundamentos da Termodinâmica Clássica (1993) e Princípios da Transmissão de Calor (1977). Outro exemplo de sua dedicação e comprometimento com o ensino na Escola Politécnica ocorreu após sua aposentadoria. Desde que se tornou professor sênior em 2009, ministrou anualmente duas disciplinas de graduação (Geradores e Turbinas a Vapor e Fontes, Conversão e Conservação de Energia), e duas de pós-graduação (Convecção e Radiação Térmica). 

Tem publicações científicas nas áreas de transferência de calor e aproveitamento de energia e atuou em estudos de engenharia tais como do sistema de ventilação do metrô paulistano. Orientou quatro dissertações de mestrado e mais de trinta projetos de formatura. 

Foi homenageado como Professor do Ano pela Associação dos Engenheiros Politécnicos (AEP) em 2008, e pelo Ministério das Relações Exteriores do Japão em 2013, pela sua contribuição ao avanço da cooperação acadêmica entre o Brasil e o Japão. 

Desde 2019 estava afastado de suas atividades didáticas por causa de um tratamento quimioterápico mas planejava retornar em breve, demonstrando entusiasmo em voltar a dar aulas. Até os últimos dias de sua vida, a Escola Politécnica estava no centro de suas atenções. Deixa-nos um legado de profissionalismo, honestidade e serenidade. Com pesar e tristeza nos despedimos. Representando todos aqueles que o estimavam e admiravam, expressamos nossas profundas condolências aos familiares do Professor Eitaro Yamane.