Centro de Inovação em Construção Sustentável (CICS) da USP divulga conquistas de 2020

O Centro de Inovação em Construção Sustentável da USP divulgou uma retrospectiva de 2020. O CICS realizou 19 webinars com especialistas nacionais e estrangeiros, além de alcançar as metas do ano seguinte no âmbito da EMBRAPII. O curso Avaliação do Desempenho Ambiental da Construção foi oferecido na modalidade EAD (Ensino à distância), totalmente gratuito e com certificado da USP.

As fundações do laboratório, uma construção experimental onde serão testadas novas tecnologias, foram executadas utilizando estaca tubular metálica com geotermia, e hélice contínua com geotermia.

A pesquisadora Diana Csillag explica que a Geotermia é o aproveitamento da energia geotérmica superficial disponível no terreno, com o objetivo de reduzir o consumo de energia elétrica para a climatização de ambientes. “Este é o primeiro caso de edifício no Brasil em que será usada esta fonte de energia ambientalmente amigável por meio das fundações”, detalha.

As fundações realizadas com a tecnologia de hélice contínua empregou soluções em aço, como armaduras entregues prontas para fundação, doadas pela empresa ArcelorMittal. Já a estaca metálica, que são estacas tubulares metálicas cravadas, são fabricadas e doadas pela empresa Tuper.

Outra inovação foi a utilização do Concreto LEAP na produção das fundações do edifício CICS, que permitiu a redução da pegada de CO2 em mais de 50%, “evitando a emissão de cerca de 29 toneladas de CO2 associadas à produção do cimento em uma análise comparativa com os padrões normativos praticados no mercado brasileiro. A InterCement – empresa que forneceu o concreto e a única concreteira com domínio e experiência prática da tecnologia”, relata Diana.

“2020 foi um ano desafiador para todos nós e para o CICS USP não foi diferente. Confira um pouco do que aconteceu!”.