Confira como foi o terceiro dia da Semana de Recepção aos Calouros da Poli

Terceiro dia da Semana de Recepção aos Ingressantes 2022 foi marcada por visitas a laboratórios e apresentação dos Departamentos

No dia 16 de março de 2022, a Escola Politécnica (Poli) da USP realizou o terceiro dia da Semana de Recepção aos Ingressantes. Tendo iniciado com Rodas de Conversa e apresentações dos Departamentos e das Coordenações dos Cursos nos prédios de cada Departamento. A programação do dia também contou  com visitas monitoradas aos laboratórios da Escola.

Às 8h, os Departamentos realizaram atividades de integração entre os ingressantes dos seus cursos. Um exemplo, é a dinâmica organizada pelo grupo PET-Mecânica e coordenada pelo professor Edilson Hiroshi Tamai para os alunos de Engenharia Mecânica, na qual os participantes foram divididos em grupos e competiram entre si enquanto fabricavam um dispositivo de lançamento, feito com palitos de sorvete, fita adesiva e elásticos.

Às 9h,  foram iniciadas as Rodas de Conversa de apresentação dos Departamentos. Os docentes do curso de Engenharia Civil, por exemplo, se apresentaram e contaram sobre os quatro diferentes Departamentos que englobam o prédio da Civil: Departamento de Construção Civil (PCC), Departamento de Engenharia de Estruturas e Geotécnica (PEF), Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental (PHA) e Departamento de Engenharia de Transportes (PTR). Os alunos costumam ter contato com tais áreas a partir do terceiro ano de curso, após o período do Ciclo Básico, que concentra disciplinas comuns a todos os cursos da Poli.

O professor Osvaldo Shigueru Nakao, do Departamento de Engenharia de Construção Civil apresentou peças audiovisuais com explicação e aplicação das tecnologias atualmente utilizadas em construções ao redor do mundo, a fim de despertar nos alunos o senso de necessidade da inovação perante os desafios da área.

No mesmo horário, a exposição do Departamento de Engenharia de Produção (PRO) aconteceu no Espaço On. A apresentação foi presidida pela chefe do Departamento, professora Marly Monteiro de Carvalho, e pelo professor Davi Noboru Nakano.

A professora Marly abordou as transformações que a Engenharia de Produção teve ao longo das últimas décadas e, hoje, tem dentro das empresas o objetivo de construir um futuro sustentável, com boa governança e transparência. Em razão disso, os engenheiros de produção devem considerar ao solucionar demandas da sociedades aspectos humanos, econômicos, sociais e ambientais, além de terem uma visão ética e humanística.

A docente expôs os objetivos do Departamento, o funcionamento do curso e sua grade curricular e os grupos e projetos de extensão do PRO. Ela também explicou que houve uma reformulação nas áreas da estrutura do curso, que agora é composta por quatro principais áreas, às quais os alunos podem escolher para dar mais foco durante a graduação a partir do terceiro ano de curso.

Em seguida, o professor Davi Noboru Nakano apresentou a Estrutura do Curso de Engenharia de Produção, que é formado por cinco módulos. Durante a exposição, o professor tratou sobre as disciplinas optativas livres, as quais os estudantes, a partir do segundo ano, podem escolher entre as opções oferecidas em qualquer instituto da USP para cursar.

Além disso, o docente esclareceu que o estágio obrigatório de 30h é realizado no quinto ano junto com o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e o Módulo Vermelho. Porém, os estudantes podem começar a estagiar a partir do terceiro ano, desde que a carga horária de serviço não ultrapasse 20h por semana.

Ao final da Roda de Conversa, a professora Marly apresentou os Apps da USP – os quais são essenciais para todos os estudantes – , a equipe do PRO, o site e o canal do YouTube do Departamento – que divulgam informações relevantes para os alunos. Ela terminou parabenizando os ingressantes e falando que a engenharia é muito importante para construir um futuro sustentável. Leia na íntegra os slides apresentados. Após o evento, os calouros foram convidados a participar de um coffee break no Espaço On.

 

Visitas Monitoradas aos Laboratórios 

As atividades de Visitas Monitoradas aos Laboratórios da Poli tiveram início após as 10h, em que ingressantes e veteranos conheceram os espaços, os projetos e funcionamento dos locais onde são desenvolvidas as pesquisas na Escola. Confira ao lado a lista de laboratórios participantes:

  • Laboratório de Tecnologia de Pavimentação e Laboratório de Inovação em Vias Metroferroviárias (LTP/LIM), 
  • Centro Internacional de Referência em Reúso de Água (CIRRA), 
  • Grupo de Engenharia de Bioprocessos (GEnBio), 
  • Laboratório de Arquitetura e Redes de Computadores (LARC), 
  • Laboratório de Automação e Controle (LAC), 
  • Laboratório de Caracterização Microestrutural Hubertus Colpaert (LCMHC), 
  • Laboratório de Ensaios e Calibração, Laboratório de Estudos em Design de Serviços e de Sustentabilidade (LEDss), 
  • Laboratório de Geometria Computacional (LGC), 
  • Visita monitorada ao Laboratório de Gestão da Inovação (LGI), 
  • Laboratório de Hidráulica e Recursos Hídricos (CTH), 
  • Laboratório de Mecânica Computacional (LMC), 
  • Laboratório de Mecânica dos Solos (LMS), 
  • Laboratório de Pesquisa e Inovação em Processos Catalíticos (LaPCat), 
  • Laboratório de Redes Elétricas Avançadas (LGrid), 
  • Laboratório de Sensores Ópticos (LSO), 
  • Laboratório de Sistemas de Automação – (LSA), 
  • Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI/Poli-USP), 
  • Laboratório de Ultrassom (LUS), 
  • Laboratório do Grupo de Análise de Segurança (GAS), 
  • Laboratório Ocean, 
  • INOVALAB Oficina, 
  • Espaço On, 
  • LEARNING Lab,
  • Tanque de Provas Numérico (TPN).

No Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental (PHA), os alunos que se inscreveram previamente puderam visitar o CIRRA, Centro Internacional de Referência em Reúso de Água, equipado com sistemas para tratamento de água e efluentes, abrangendo os processos de separação por membrana e oxidação fotoquímica, a fim de desenvolver pesquisas e prestar serviços voltados à solucionar os problemas relacionados à poluição dos recursos hídricos.

No Centro Tecnológico de Hidráulica (CTH), os politécnicos puderam presenciar os estudos em modelos físicos de barragens, comportas, canais e portos. O professor Podalyro Amaral de Souza orientou a visita, e explicou que o CTH é um espaço de importância na otimização dos projetos da maioria das usinas hidrelétricas no País.

Foi apresentado ainda o Centro de Emergências Climáticas (CGE) de São Paulo, o órgão da prefeitura responsável pelo monitoramento das condições meteorológicas da capital, focado em indicar pontos de alagamento, inundações, enxurradas e o extravasamento de represas em decorrência de chuvas intensas. Durante a apresentação, o acervo de imagens da palestra identificou professores da Poli como atuantes nas soluções voltadas para as questões emergenciais meteorológicas na cidade que vêm sendo pensadas há décadas.

No Departamento de Engenharia de Produção, os calouros puderam visitar os laboratórios OCEAN, Espaço Ambev On e INOVALAB Oficina. O laboratório OCEAN USP é uma parceira da Poli com a Samsung e este espaço é destinado ao desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão nas áreas de aplicativos móveis, Internet das Coisas, realidade virtual e games, com foco no empreendedorismo e inovação. No OCEAN também ocorrem cursos de aperfeiçoamento profissional abertos para toda a comunidade.

O laboratório Espaço Ambev On foi criado por meio de uma parceria entre a Poli e a Ambev, com o intuito de ser um ambiente de inovação voltado para o aperfeiçoamento pro mercado de trabalho. O Espaço On é uma área multiuso, que conta com auditório, salas de reuniões e ambientes coletivos e individuais de estudo. O laboratório é aberto para toda a comunidade politécnica e todos podem utilizar suas dependências à vontade.

O INOVALAB Oficina é um laboratório multidisciplinar que funciona como uma design factory ou um Fab Lab, ou seja, é uma oficina que conta com ferramentas digitais e tecnológicas para criação e desenvolvimento de soluções. A oficina está disponível para o uso de todos os alunos, professores e pesquisadores da Poli. No INOVALAB também acontecem aulas de disciplinas da Poli e o desenvolvimento de projetos de pesquisa.

No Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais (PMT), os ingressantes puderam conhecer os laboratórios do departamento e entender melhor sobre o processo de análise de lâminas. Entre os laboratórios visitados estão o Laboratório de Processos Eletroquímicos, a Sala de Preparação de Amostras e a Sala de Polimento.

Os laboratórios do Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais (PCS) também foram apresentados aos calouros. Os estudantes visitaram o Laboratório de Arquitetura e Redes de Computadores (LARC) e puderam entender um pouco mais sobre o desenvolvimento de chips e outros componentes da computação.

Confira a programação completa da Semana de Recepção aos Ingressantes da Poli aqui.

Print Friendly, PDF & Email