FORMANDO ENGENHEIROS E LÍDERES

A Comissão Permanente de Políticas Afirmativas do Programa de Pós-Graduação em Ecologia (CoPAF-USP) irá realizar, no próximo dia 20 de junho, das 15h às 17h30, a primeira roda de conversa de uma série de eventos mensais para promover uma cultura inclusiva na Universidade. O objetivo é construir uma conversa a partir de múltiplas perspectivas para explorar avanços na qualidade da vivência de todos na Universidade e oferecer reflexões sobre como a Universidade pode se aprimorar para que seja um ambiente (mais) saudável e inclusivo em suas diversas esferas (de trabalho, de pesquisa, de estudo e de extensão). O evento será sediado na Sala de Anatomia, Centro Didático do IB USP. 

A primeira roda de conversa está sendo organizada em parceria com o Coletivo Bitita e conta com o apoio da Comissão de Pós-Graduação do IB, e do Centro Acadêmico de Biologia USP – Sociedade Paulista de História Natural. A discussão que irá abrir as rodas será: ‘Inclusão de Pessoas Negras na Universidade – Lições do Passado, Estratégias para o Futuro’.

Para continuar a troca de ideias, após a roda acontecerá a aula Dança Afrobrasileira com o título “Matriarcado e Oralidade nas Danças Negras” ministrada pela coreógrafa Jô Gomes . 

Convidados Especiais:

Teresa Cristina Teles (Diversitas USP; Comissão de Heteroidentificação da PRIP; DRH/USP) | Servidora pública, funcionária da USP, pesquisadora e coordenadora executiva do Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos da Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Diversitas.

Danielle Rosa Beserra (Coligação de Coletivos Negros USP) | Discente de pós-graduação e integrante da Coligação de Coletivos Negros da USP

Rogério Siqueira (EACH) | Docente da Escola de Artes, Ciências e Humanidades e atual diretor da divisão de Mulheres Relações Étnico-Raciais e Diversidades da PRIP

 

Print Friendly, PDF & Email