Folha de S. Paulo: Taxa de reinfecção pelo Sars-Cov-2 em Manaus na segunda onda pode ter chegado a 31%, sugere estudo

Análise feita pelos cientistas do Centro Brasil-Reino Unido para Descoberta, Diagnóstico, Genômica e Epidemiologia de Arbovírus (CADDE) aponta que 31% dos casos de covid-19 registrados na cidade de Manaus após janeiro de 2021, período da 2ª Onda, são reinvenções pela variante P.i. Carlos Prete, doutorando na Escola Politécnica (Poli) da USP, é um dos pesquisadores do estudo. “Existe um espaçamento de meses entre as amostras sucessivas de um doador. Então, é possível que um doador tenha se infectado no período entre duas coletas e já negativado na data da doação sucessiva à infecção em razão do decaimento dos anticorpos”, explica Prete.

Leia na íntegra.