Poli premia profissionais e acadêmicos de engenharia na área de transportes

A Escola Politécnica (Poli) da USP e a Arteris, fundação sem fins lucrativos voltada para o apoio à área de transporte e mantida pela empresa Abertis, premiam todos os anos as melhores teses e dissertações sobre temas relacionados à área do transporte. Podem concorrer a premiação profissionais de engenharia, mestres e doutores brasileiros que defenderam suas teses em 2020, em qualquer universidade do País que possua Programa de Pós-graduação. O prêmio é de 7 mil euros.

“Juntamente com a Arteris, a gente todos os anos faz uma edição de premiação das melhores teses e dissertações relacionadas à área de transportes e correlatas, então é um prêmio muito importante no Brasil”, conta a diretora da Poli e líder do Laboratório de Tecnologia de Pavimentação, professora Liedi Bernucci, ao  Jornal da USP no Ar 1ª Edição.

Leia na íntegra a matéria do Jornal da USP.