FORMANDO ENGENHEIROS E LÍDERES

Por motivos de segurança, a maioria das pistas de pouso dos aeroportos não são totalmente planas. Elas costumam apresentar inclinações leves, ondulações ou abaulamento, o que facilita o escoamento da água e diminui a ocorrência do fenômeno da aquaplanagem, que pode causar acidentes com os aviões. Segundo o professor da Escola Politécnica (Poli) da USP, Jorge Eduardo Leal Medeiros, “não há uma regra que determine que as pistas sejam necessariamente planas. Pequenas diferenças podem ajudar a evitar acidentes e melhorar pousos e decolagens”.

Leia a matéria do Uol na íntegra.

Print Friendly, PDF & Email